21/10/2013 14h51 – Atualizado em 21/10/2013 14h51

PMA autua pescador amador paulista por pescar sem licença no Pantanal

Policiais Militares Ambientais de Corumbá (MS) realizaram fiscalização no rio Paraguai ontem e autuaram um pescador, de 42 anos, residente em Presidente Prudente (SP)

Da Redação

Policiais Militares Ambientais de Corumbá (MS) realizaram fiscalização no rio Paraguai ontem e autuaram um pescador, de 42 anos, residente em Presidente Prudente (SP), por pescar sem licença ambiental.

Ele pescava embarcado, a 91 km da cidade e teve apreendidos, um barco, um motor de popa e um molinete com vara de náilon utilizado na pescaria. Os policias efetuaram auto de infração administrativo e aplicaram multa no valor de R$ 300,00 contra o autuado. O pescador não havia ainda conseguido capturar nenhum peixe.

A pesca sem licença não é crime ambiental. Trata-se apenas de infração administrativa. Pagando a multa, o infrator poderá ter o material apreendido restituído.

A Polícia Militar Ambiental está reforçando em todo o Estado a fiscalização nos rios, no intuito de prevenir e reprimir a pesca predatória, tendo em vista a proximidade do período de piracema e, portanto, quando vários cardumes já se encontram formados. Diversas irregularidades têm sido encontradas. Seis pescadores já foram detidos por pesca predatória e, antes deste, três foram autuados por pescar sem licença nos últimos quatro dias nesse rio.

(*)Com informações de Assecom PMA MS

Comentários