Policiais Militares Ambientais de Bataguassu realizavam fiscalização ambiental nesta terça-feira (6), na área rural do município de Anaurilândia (MS), e localizaram cinco áreas de desmatamentos ilegais em uma propriedade rural no Reassentamento Aruanda, localizado a 100 km da cidade de Anaurilândia. Na fazenda pertencente a uma pecuarista, de 69 anos residente em Naviraí, foi removida a vegetação nativa da área protegida de reserva legal (RL) e a propriedade seria arrendada a terceiro para cultivo de lavoura.

Conforme a PMA, a proprietária possuía autorização ambiental para corte de árvores nativas isoladas, contudo, a supressão vegetal não se limitou aos locais mencionados na referida autorização e atingiram 26,91 hectares de vegetação em área protegida de reserva legal e não só o corte de árvores, mas também a derrubada de toda a vegetação. Foi utilizado drone para a caracterização das áreas degradadas e GPS para a aferição. Os policiais interditaram as áreas desmatadas.

A infratora foi autuada administrativamente e foi multada em R$ 134.550,00, multa agravada pela área ser protegida por lei. Ela também responderá por crime ambiental com pena de um a três anos de detenção, também agravada devido a proteção da área por lei.

A fazendeira ainda foi notificada a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Comentários