15/08/2014 14h57 – Atualizado em 15/08/2014 14h57

A PMA fez diligências na região, mas não encontrou os pescadores

Da Redação

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Bataguassu (MS) realizou fiscalização fluvial ontem no lago da Usina Sérgio Motta, no rio Paraná, no município de Brasilândia (MS) e apreendeu 110 kg de pescado das espécies tilápia e piau e 200 metros de redes pesca (petrechos proibidos). O material estava em um acampamento à margem do lago, sendo o pescado acondicionado em duas caixas térmicas e em uma carcaça de geladeira e as redes no solo próximas a uma vegetação. Todos os peixes apresentavam sinais de captura pelos petrechos proibidos (redes de pesca).

A PMA fez diligências na região, mas não encontrou os pescadores. Os elementos abandonaram o acampamento, provavelmente por terem sido avisados da presença da fiscalização, ou ao avistarem os policiais.

O pescado foi doado para a entidade filantrópica, Associação Bataguassuense Amor e Vida.

(*) Com informações de Assecom PMA MS

O material estava em um acampamento à margem do lago, sendo o pescado acondicionado em duas caixas térmicas e em uma carcaça de geladeira (Foto: Divulgação/PMA MS)

As redes no solo próximas a uma vegetação (Foto: Divulgação/PMA MS)

Comentários