18/03/2016 15h04 – Atualizado em 18/03/2016 15h04

Durante operação de fiscalização preventiva no rio Ivinhema, Policiais Militares Ambientais de Batayporã desmontaram ontem (17) um acampamento onde ocorria pesca predatória.

Assessoria

Durante operação de fiscalização preventiva no rio Ivinhema, Policiais Militares Ambientais de Batayporã desmontaram ontem (17) um acampamento onde ocorria pesca predatória. Quando a PMA chegou ao local, nas proximidades do rio, verificou pescado e petrechos de pesca ilegais e, então, escondeu a embarcação e os policiais ficaram por várias horas escondidos na mata, devido a possibilidade dos infratores estarem no rio e voltarem ao acampamento.

Como várias horas se passaram e não apareceu ninguém, a equipe percebeu que os pescadores teriam fugido ao avistar antes a fiscalização. Foram apreendidos 20 kg de pescado, que apresentavam sinais de terem sido capturados pelos petrechos do tipo redes de pesca e cinco destes petrechos ilegais, medindo 130 metros.

A PMA encaminhou o material à delegacia de Polícia Civil de Batayporã, que investigará a autoria do crime de pesca predatória. Se identificado (s), os infratores poderão pegar pena um a três anos de detenção. Eles também serão multados administrativamente. A multa é de R$ 700,00 a R4 100.000,00 mais R$ 20,00 por cada kg do pescado ilegal.

(*) Assessoria de Comunicação da Polícia Militar Ambiental – PMMS

PMA desmonta acampamento ilegal de pesca e apreende pescado e petrechos ilegais. (Foto: Assessoria)

Comentários