22/10/2013 14h29 – Atualizado em 22/10/2013 14h29

Até o momento foram identificadas 100 cabeças de gado com diversas marcas, que teriam sido furtadas

Da Redação

Policiais Militares Ambientais e Policiais Civis de Corumbá (MS) realizaram operação de combate a furto de gado na região do Pantanal da Nhecolândia e prenderam ontem dois homens por furto de gado. Com os suspeitos foram apreendidas diversas armas, sendo uma pistola 9 mm, de uso restrito, com cinco munições, dois revólveres calibre 38 e uma espingarda calibre 22. Até o momento foram identificadas 100 cabeças de gado com diversas marcas, que teriam sido furtadas. Os proprietários das fazendas foram acionados para verificarem os animais e os identificaram pela marca.

Três outros ladrões pertencentes à quadrilha estão foragidos e a PMA e a Polícia Civil continuam as buscas, no sentido de localizá-los, pois se suspeitam que os ladrões tenham furtado mais de 400 cabeças de gado. Os indivíduos presos, residentes na Colônia Rio Negro, localizada a 100 km da cidade de Corumbá, foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil, para responder pelos crimes cometidos. Eles responderão por furto, formação de quadrilha e porte e posse de armas de uso restrito, com penas acumuladas que passam de 17 anos de prisão.

Os policais utilizam motocicletas nas buscas aos suspeitos e de mais gado furtado, devido às dificuldades de acesso e movimentação na região.

(*) Com informações de Assecom PMA

Foram apreendidas diversas armas, sendo uma pistola 9 mm, de uso restrito, com cinco munições, dois revólveres calibre 38 e uma espingarda calibre 22 (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários