19/03/2012 14h29 – Atualizado em 19/03/2012 14h29

Da Redação*

A Polícia Ambiental, em fiscalização nas propriedades rurais de Ribas do Rio Pardo (MS) e da Capital, fechou no domingo (18) à tarde duas carvoarias que funcionavam sem autorização ambiental e aplicou multa no valor total de R$ 18,6 mil.

Na carvoaria que funcionava na fazenda Quatro Irmãos, em Ribas do Rio Pardo, foram encontrados 22 fornos e lenhas. O proprietário não possuía documentação ambiental para explorar a madeira. No local, os policiais paralisaram as atividades e apreenderam 50 m³ de carvão e 8 m³ de lenha nativos. O dono da carvoaria foi autuado administrativamente e multado em R$ 10 mil.

Já em Campo Grande, na Fazenda Boa Esperança, foi encontrada pelos policiais uma carvoaria ilegal, que funcionava com 30 fornos. A licença ambiental da atividade estava vencida e não havia também documentação ambiental para a lenha que era explorada. A PMA paralisou as atividades e apreendeu 60 m³ de carvão e 70 m³ de lenha nativa. O proprietário da carvoaria foi autuado administrativamente e multado em R$ 8.600,00.

Os carvoeiros responderão por crime ambiental. Se condenados, poderão pegar pena de seis meses a um ano de detenção pelo carvão ilegal, além de três a seis meses de detenção por funcionar a carvoaria sem autorização.

(*) Com informações Cassilandia News

Comentários