08/04/2014 08h40 – Atualizado em 08/04/2014 08h40

A carvoaria operava em um sítio, na Gleba Piravevê, localizada a menos de 800 metros do perímetro urbano, o que é proibido

Da Redação

Policiais Militares Ambientais de Batayporã (MS) em fiscalização no município de Ivinhema (MS) fecharam hoje às 15h00, uma carvoaria que funcionava sem autorização ambiental. A carvoaria operava em um sítio, na Gleba Piravevê, localizada a menos de 800 metros do perímetro urbano, o que também é proibido. O proprietário da empresa, de 55 anos, foi autuado administrativamente e multado em R$ 1.000,00.

O carvoeiro, residente em Ivinhema, responderá também por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora sem autorização ambiental. Se condenado, poderá pegar de três a seis meses de detenção.

Há cinco dias, a PMA já havia fechado outra carvoaria ilegal na mesma gleba.

(*) Com informações de Assecom PMA

O carvoeiro, residente em Ivinhema, responderá por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora sem autorização ambiental (Foto: Divulgação/PMA)

Comentários