29/04/2014 11h02 – Atualizado em 29/04/2014 11h02

O objetivo da ação é combater a pesca predatória, que pode aumentar por conta do feriado

Larissa Lima

A partir das 8h desta quarta-feira (30), a Polícia Militar Ambiental dá inicio a Operação Dia do Trabalhador. O objetivo da ação, que contará com 300 policiais, é prevenir a pesca predatória que pode registrar aumento por conta do feriado e do ponto facultativo decretado para a sexta-feira (2). O fim da operação está marcado para a segunda-feira (5).

De acordo com a Polícia Ambiental, 25 subunidades da Polícia Militar Ambiental no Estado vão intensificar a fiscalização. Também esta dentro do cronograma da Operação, a realização de barreiras com o objetivo de combater o desmatamento, a exploração ilegal de madeira, a caça, a atuação de carvoarias ilegais e demais infrações ambientais. Crimes como contrabando, descaminho, tráfico de drogas e porte ilegal de armas também serão combatidos. As cidades de Coxim, Aquidauana, Corumbá e Miranda, que possuem rios abundantes em peixes, terão o efetivo reforçado.

BALANAÇO

Durante a última Operação Dia do Trabalhador, realizada em 2012, a Polícia Ambiental executou 23 autuações administrativas ambientais, das quais 13 foram por pesca predatória e quatro por falta de licença.

Foram aplicados R$ 1.592,220,00 em multas, que incluem no montante, infrações por desmatamento e exploração ilegal de madeira, que resultam em multas de alto valor.

EDUCAÇÃO

Como parte da ação, a PMA distribuirá exemplares do Manual do Pescador, uma parceria com a Fundação Estadual de Turismo, no qual é possível encontrar a legislação da pesca para a Bacia do Rio Paraná e Bacia do Rio Paraguai.

O objetivo da ação é combater a pesca predatória nos rios do Estado (Foto: Arquivo/ Perfil News)

Comentários