04/11/2013 07h14 – Atualizado em 04/11/2013 07h14

PMA prende dois turistas com 78 kg de pescado ilegal

Além de peixe fora da medida, o pescado estava acima da cota permitida pela legislação, que é de 10 kg mais um exemplar e cinco piranhas por pescador

Da Redação

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Costa Rica (MS), que trabalha na operação “Pré-piracema” prendeu na manhã deste sábado (02) dois pescadores amadores por pesca e transporte de produto da pesca predatória. A PMA abordou na rodovia MS 359, próximo ao trevo do Cafezinho, um veículo conduzido por um turista, de 52 anos, residente em Ribeirão Preto (SP), onde havia 70 kg de pescado, sendo vários exemplares fora da medida permitida. O paulista afirmou ter capturado o pescado no rio Coxim, no município de Coxim (MS). Além de peixe fora da medida, o pescado estava acima da cota permitida pela legislação, que é de 10 kg mais um exemplar e cinco piranhas por pescador. O infrator foi multado administrativamente em R$ 2.100,00.

Em seguida a PMA abordou outro veículo, onde estava um turista de 45 anos, residente em Pontal (SP), onde foram encontrados 8 kg de pacu, sendo todos os exemplares fora da medida permitida pela legislação. O pescador, que afirmou ter capturado o pescado no rio Correntes em Sonora (MS), foi multado administrativamente em R$ 1.160,00.

A PMA apreendeu os veículos e o pescado ilegal. Os pescadores receberam voz de prisão e foram conduzidos, juntamente com o material apreendido, à Delegacia de Polícia Civil da Costa Rica, onde eles foram autuados em flagrante por pesca e transporte de produto da pesca predatória e saíram depois de pagar fiança. A pena para este crime é de um a três anos prisão.

O pescado será doado a instituições filantrópicas depois de periciado.

(*) Com informações de Assecom PMA

Comentários