30/09/2013 07h42 – Atualizado em 30/09/2013 07h42

PMA retira 1 km de redes e espinhéis e salva diversos peixes no rio Paraná

Durante a retirada das redes e do espinhel foram soltos 30 kg de peixes que estavam ainda vivos enroscados na malha e nos espinheis

Da Redação

Policiais Militares Ambientais de Mundo Novo (MS) realizavam fiscalização no rio Paraná, desde a Ponte Airton Senna, no município, até o Porto Isabel, em Eldorado (MS) e retiraram ontem redes de pesca, medindo 500 metros e 500 metros de espinhel com 100 anzóis a eles amarrados, além de um “covo” (armadilha para captura de isca), sendo todos petrechos proibidos para a pesca. Durante a retirada das redes e do espinhel foram soltos 30 kg de peixes que estavam ainda vivos enroscados na malha e nos espinheis, inclusive, uma arraia foi solta de um anzol do espinhel.

Esta quantidade de rede e espinhel tem alto poder de captura, pois cerca grandes trechos do rio por onde passam os cardumes. Os proprietários dos petrechos não foram localizados. Este tipo de fiscalização é fundamental. A retirada desta quantidade de redes ilegais do rio impede a degradação dos cardumes.

(*) Com informações de PMA MS

Esta quantidade de rede e espinhel tem alto poder de captura, pois cerca grandes trechos do rio por onde passam os cardumes (Foto: Divulgação/ PMA)

Comentários