O local, que funcionava no assentamento Mutum e não tinha licença ambiental, transformava eucalipto em carvão

Policiais Militares Ambientais de Bataguassu fecharam na manhã de ontem, 25, uma carvoaria ilegal que funcionava no município de Ribas do Rio Pardo.

A carvoaria foi localizada enquanto as equipes realizavam fiscalização ambiental no município. A carvoaria, com 17 fornos que funcionava de forma ilegal, estava no assentamento rural Mutum, a 90 km da cidade de Campo Grande.

O local não tinha licença ambiental e a madeira transformada era proveniente de madeira plantada da espécie eucalipto. As atividades foram paralisadas.

A infratora (62), residente no assentamento Mutum, foi autuada administrativamente e multada em R$ 3,5 mil por funcionar atividade potencialmente poluidora sem a autorização ambiental. A pena para esse crime é de um a seis meses de detenção.

Comentários