Homem de 71 anos mora em Mogi Guaçu, mas tinha um barracão em Brasilândia onde estocava madeira de ipê retirada ilegalmente; além de pagar multa ele responderá por crime ambiental

Após denúncia anônima, Policiais Ambientais de Três Lagoas chegaram a um homem, de 71 anos, que estaria derrubando árvores de ipê e serrando a madeira ilegalmente, em Brasilândia.

Uma equipe foi ao local ontem (14) e encontrou a madeira de ipê, conforme a denúncia, armazenada ilegalmente em um barraco.

Os policiais apreenderam 6,5 m³ de madeira serrada, que estava armazenada sem o Documento de Origem Florestal (DOF). O DOF é o documento do órgão ambiental para se ter em depósito, beneficiar ou transportar qualquer produto florestal. O homem não informou de onde estava retirando a madeira.

O infrator, residente em Mogi Guaçu (SP), foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 1.930,00. Ele também responderá por crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção.

Comentários