Caso aconteceu em Nova Andradina; animal tinha sarna, vários machucados pelo corpo e estava desnutrido. Multa é de R$ 1 mil e ela ainda responderá por crime ambiental

A Polícia Ambiental de Batayporã autuou ontem, 26, uma mulher de 22 anos por maus-tratos a animais. Os policiais foram chamados por moradores e pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Nova Andradina, que denunciaram a mulher por manter um cachorro em situação de maus-tratos e penúria.

A PMA foi ao local e verificou que o cachorro sem raça definida estava extremamente debilitado, aparentando desnutrição, muito doente por sarna e apresentava vários ferimentos pelo corpo. O animal foi encaminhado ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), para ser atendido.

A proprietária do animal, uma jovem de 22 anos, residente em Nova Andradina, foi encaminhada à delegacia de Polícia Civil e responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais. A pena é de três meses a um ano de detenção. Ela também foi autuada administrativamente e multada em R$ 1 mil.

Comentários