Prisões ocorreram durante a investigação sobre uma série de furtos que ocorreram na cidade

A Polícia Civil de Brasilândia prendeu, na tarde de ontem, 18, dois suspeitos de receptação. As detenções ocorreram durante investigações realizadas para apurar a autoria de furtos ocorridos recentemente no município.

O primeiro flagrante ocorreu quando policiais apreenderam na residência de um suspeito parte de um lote de calças jeans furtadas de uma loja na cidade, que teve mais de 50 camisas e calças furtadas.

Foto: Divulgação Polícia Civil Brasilândia

R.A.R., 20 anos, teria dito que comprou as peças de roupas em um grupo de WhatsApp. Após o flagrante foi estipulada fiança de um salário mínimo, mas o autuado não recolheu o valor e permanecerá preso até deliberação em audiência de custódia. R.A.R. já possui passagem, quando adolescente, por homicídio qualificado, tentativa de latrocínio, roubo e furto.

O segundo flagrante ocorreu quando os agentes abordaram um suspeito e encontraram com ele um telefone celular que havia sido furtado três semanas antes no interior de um veículo estacionado em frente à Câmara Municipal de Brasilândia. J.R.B.S., 30 anos, afirmou ter adquirido o telefone de terceiro, sem saber que havia sido furtado. O autuado não recolheu o valor da fiança (um salário mínimo), permanecendo recolhido até apresentação em audiência de custódia.

Comentários