Operação Pavão cumpriu oito mandados de busca e recolheu equipamentos que podem ter dados a respeito da associação criminosa

A Polícia Civil de Três Lagoas desencadeou na manhã desta quinta-feira, 24, a Operação Pavão, contra o tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

As ações tiveram início às 6h da manhã. A Operação foi desencadeada por informações obtidas pelo Setor de Investigações Gerais – SIG de Três Lagoas, que identificaram o nome de pelo menos oito suspeitos após a prisão de um dos envolvidos, ocorrida no mês de julho.

Para proteger eventuais provas e evitar a destruição de elementos de informação, os mandados foram cumpridos simultaneamente por dezoito agentes e oito delegados de todas as unidades da Polícia Civil da cidade (1ª DP, 2ª DP, 3ª DP, DAM e SIG). Os trabalhos tiveram início às 6h.

As equipes da Polícia Civil de Três Lagoas executaram oito mandados de busca e apreensão em diversos endereços e bairros da cidade.
 
Com base nos dados inicialmente obtidos durante a prisão do suposto líder da associação, foi possível identificar o nome e paradeiro dos demais suspeitos, a maior parte deles já conhecidos de investigações anteriores.
 
Nenhuma prisão foi efetuada, mas em um dos endereços foi encontrada pequena quantidade de entorpecentes, sendo também apreendidos diversos celulares e periféricos digitais que a Polícia espera que contenham dados relativos à associação. Além disso, dois suspeitos foram interrogados no curso da operação, acompanhados de seus advogados.
 
Todos os objetos apreendidos passarão por perícia e constituirão o inquérito policial, que já identificou de ponta a ponta o modus operandi dos suspeitos, iniciado com o transporte de grandes quantidades drogas e culminando em esquema de lavagem de capitais envolvendo a compra e venda de veículos.

(*) Atualizado às 11h34 para acréscimo de informações

Comentários