30/09/2013 14h44 – Atualizado em 30/09/2013 14h44

Droga seguia para capital paulista dentro de um rolo de compactação

A apreensão da maconha aconteceu ao meio dia dessa segunda-feira, durante operação de rotina no posto fiscal de Jupiá, na saída para São Paulo, onde a droga seria levada

Ricardo Ojeda

Agentes da delegacia da Polícia Federal de Três Lagoas apreenderam mais um grande carregamento de maconha que tinha como destino a capital paulista.

De acordo com o delegado titular da Polícia Federal, Daniel Couraça Junior, os agentes estavam em operação de rotina no Posto Fiscal de Jupiá, quando pararam para averiguação o motorista do caminhão Ford Cargo, com placas de LXT – 3855, de São Bernardo dos Campos, que tinha como condutor J. A. V. S de 41 anos.

NERVOSISMO

Ao ser abordado o motorista mostrou nervosismo. Ele informou que a carga que transportava, um rolo de compactação teria sido embarcado em Três Lagoas, entretanto a nota que apresentou aos agentes era do município de Ribas do Rio Pardo.

Além disso, o homem falou aos policiais que a carga seria levado para a Osasco, na grande São Paulo, enquanto na nota fiscal, de acordo como informou o delegado, o destino era Penápolis.

DESENCONTRO DE INFORMAÇÕES

Diante das informações desencontradas, os policiais subiram na carroceria do caminhão e após minuciosa revista, descobriram uma abertura na lateral do rolo de compactação, que serviu para camuflar a droga no interior do equipamento. No local, para desviar a atenção foi colocado uma placa de metal, acrescido com massa plástica, que foi pintada na mesma cor do equipamento.

Nesse instante os policiais deram ordem de prisão ao motorista que foi conduzido para a delegacia, onde está preso em uma das celas.

A droga foi descarregada pelos policiais que usaram uma caminhonete F-250 para transportar para o interior da delegacia. Pelo grande volume e a quantidade de pacotes apreendidos, o delegado Daniel Couraça estimou em aproximadamente 700 quilos do produto.

FICHA CRIMINAL

Conforme informou o titular da Polícia Federal, o motorista é natural de Votuporanga (SP) e inclusive já puxou 12 anos de cadeia. Sua ficha criminal é extensa, com duas tentativas de homicídios e tráfico de drogas.

Essa é segunda apreensão de grande quantidade de drogas na região. Na quarta-feira passada, em Paranaíba, os policiais conseguiram tirar de circulação mais de 70 quilos de pasta base de cocaína. A droga estava na lateral e no painel de um veículo IX-35 e foi apreendida quando o condutor de 45 anos do veículo tentava seguir para Minas Gerais.

ENTREPOSTO DE DROGA

O condutor do caminhão, disse com exclusividade ao Perfil News que teria embarcado a droga em Três Lagoas, mas o delegado não considera, mas também não descarta a informação.

Se a informação estiver correta, Três Lagoas pode estar servindo de entreposto comercial de drogas para grandes traficantes. O volume de maconha apreendida só traficante de alto poder aquisitivo tem condições de comercializar, finalizou Couraça Junior.

De acordo com o delegado Daniel Couraça Junior, titular da Polícia Federal de Três Lagoas, aproximadamente 700 quilos de maconha estava sendo transportada para a capital paulista (Fotos: Ricardo Ojeda)

Droga estava escondido no interior de um rolo de compactação de solo

A quantidade de maconha apreendida deu para lotar a carroceria de uma camionete F-250

Peça de metal que servia para tapar com massa plástica a abertura feita na lateral do rolo de compactação onde a maconha estava escondida (Fotos: Ricardo Ojeda)

A droga foi descarregada no interior da delegacia onde passará por pesagem

Caminhão Ford Cargo tinha placa de São Bernardo dos Campos e praticamente não despertava suspeitas (Foto: Ricardo Ojeda)

Comentários