19/11/2018 15h41

Evento levará brinquedos, roupas, comida e carinho para comunidades carentes de Três Lagoas; veja como participar

Gisele Berto

O 2º Batalhão de Polícia Militar de Três Lagoas, junto à sociedade civil, está organizando seu Natal Solidário, um evento que pretende levar presentes a famílias carentes da cidade no período natalino. A entrega das doações será no dia 22 de dezembro.

Em coletiva de imprensa realizada hoje para apresentar os planos para a data, o comandante do Batalhão, Major Ênio de Souza contou detalhes do evento.

Participam do Natal Solidário membros da sociedade civil organizada, comerciantes, empresários, profissionais liberais e pessoas que estejam dispostas a investir tempo e esforços na arrecadação de brinquedos, roupas e alimentos.

A ideia é fazer a maior arrecadação possível, para que muitas pessoas possam ser beneficiadas. No dia das crianças a polícia militar liderou um movimento semelhante e arrecadou cerca de mil brinquedos. Desta vez, com apoio de mais setores da sociedade, esperam conseguir ainda mais.

“Brinquedos, alimentos, roupas, novas e usadas, mas sempre em bom estado. As pessoas precisam entender que ali vai o sonho de uma criança, então pedimos que as doações sejam feitas com cuidado e de coração”, afirmou o Comandante.

Quem quiser pode fazer as doações direto no Batalhão ou, ainda, nas viaturas, nas ruas. Se a doação for feita em dinheiro deve ser feita diretamente no Batalhão e, caso o doador precise de recibo com CNPJ, a Polícia Militar também pode fornecer. Também haverá postos de arrecadação de doações na UniCesumar, no Lekão Pipas e no Kinho Tatuagens.

Além disso, quem quiser participar do grupo que cuidará das entregas, pode falar diretamente no Batalhão e pedir sua inclusão. “Às vezes as pessoas querem ajudar, mas não sabem como. Esse é um bom começo”, afirmou o Major.

SERVIÇO

2º Batalhão de Polícia Militar – R. Manoel de Oliveira Gomes, 250UniCesumar – Av. Dr. Eloy Chaves, 731Lekão Pipas – Rua Maria Guilhermina Esteves, 1336Kinho Tattoo – Av. Rosário Congro, 1835

Major Ênio explica detalhes sobre o Natal Solidário. Foto: Ricardo Ojeda

Comentários