24/10/2015 09h28 – Atualizado em 24/10/2015 09h28

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio acontecem este fim de semana (24 e 25/10) em todo país

Assessoria

A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul definiu esquema especial de policiamento para o Enem. As provas do Exame Nacional do Ensino Médio acontecem este fim de semana (24 e 25/10) em todo país. No Estado, a PM dará apoio aos Correios na distribuição das provas e fará a guarda nos prédios onde os candidatos resolverão as questões. Somente na capital 300 homens serão empenhados.

A ação começou ontem (23), com a escolta dos testes transportados pelos Correios para as cidades polo do interior, feita por guarnições do Comando de Policiamento de Área (CPA). Além da Capital, realizam as provas do Enem no Mato Grosso do Sul, as cidades de Água Clara, Amambai, Anastácio, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bataguassu, Bela Vista, Bonito, Caarapó, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Dourados, Fátima do Sul, Itaporã, Itaquiraí, Ivinhema, Jaraguari, Jardim, Jateí, Ladário, Maracaju, Miranda, Naviraí, Nioaque, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Porto Murtinho, Rio Brilhante, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste, Sete Quedas, Sidrolândia e Três Lagoas.

O policiamento hoje (24) começou às 6h, com batedores para fazerem a segurança dos membros dos Correios responsáveis pela entrega dos testes em cada prédio de resolução das questões. No encerramento do Enem, novamente a Polícia Militar fará a escolta do pessoal dos Correios, responsável pelo transporte e envio dos gabaritos para a correção.

Cada bloco de realização do exame, na capital e no interior, também contará com uma dupla de policial com as missões de evitar qualquer transtorno ou irregularidade durante a realização do Enem e auxiliar os fiscais no fechamento dos portões e controle de entrada de materiais proibidos, como eletrônicos.

Além do policiamento fixo nos locais de prova, o CPM ainda disponibiliza um oficial supervisor, acompanhado por uma guarnição, para atuar de forma volante nas áreas da 5ª e 6ª CIPM e do 1º, 9º e 10º batalhões. Os objetivos são dar suporte às equipes de trabalho e evitar tumulto próximo aos prédios onde estiverem ocorrendo os exames.

Em todo país, 9,4 milhões de pessoas estão inscritas para fazer o Enem, e Mato Grosso do Sul ultrapassa os 175 mil inscritos. São mais de 4,5 mil malotes, com 13 milhões de cadernos de prova. A PMMS está empenhada para garantir que, no Mato Grosso do Sul, as provas transcorram com tranquilidade e sem qualquer fraude.

“Estamos atentos e preparados para impedir qualquer pessoa que tente fraudar ou perturbar o processo. Preparamos essa megaoperação porque o Enem é uma forma de avaliar a educação e preparar nossos jovens que são o futuro de nosso país”, disse o Comandante do Policiamento Metropolitano, coronel Francisco de Assis Ovelar.
No Mato Grosso do Sul, os portões serão fechados às 12h. Evite perder o horário, para isso veja algumas dicas:

FAÇA O TRAJETO ANTES

Aproveite estes últimos dias e faça o trajeto até o local de provas. Veja como você vai fazer para chegar: caminhando, dirigindo, de táxi, ônibus ou carona, e quanto tempo vai demorar para chegar. Lembre-se que aos sábados e domingos, o transporte público é afetado e pode ser que haja menos opções de carros e horários.

EVITE BALADAS E NÃO DURMA TARDE

Nas vésperas das provas é fundamental descansar e alimentar bem. É o momento de dispensar festas e baladas, se concentrar, respirar, e dormir cedo para não perder a hora. Também não vale a pena passar a noite em claro estudando. O Enem é uma prova longa, que exige resistência e você precisa estar descansado. Não deixe para sair de casa em cima da hora.

FIQUE ATENTO AO HORÁRIO DE VERÃO

O horário de fechamentos dos portões varia de acordo com o estado, por conta do horário de verão, e nem sempre é o mesmo do horário de Brasília.

(*) Assessoria Polícia Militar

policiamento hoje (24) começou às 6h, com batedores para fazerem a segurança dos membros dos Correios responsáveis pela entrega dos testes em cada prédio (Foto:Assessoria)

Comentários