18/01/2013 15h45 – Atualizado em 18/01/2013 15h45

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais de Três Lagoas prendeu um homem acusado de estelionato

O homem foi preso quando tentava sacar uma quantia de R$ 3.722,00 no caixa da agência do Banco do Brasil

Cristiane Vieira

Os policiais civis da Delegacia de Investigações Gerais de Três Lagoas (DIG) prenderam nesta quinta-feira (17) J. S. S. acusado de estelionato na forma tentada. A DIG já vinha investigando a prática do crime na agência do Banco do Brasil de Três Lagoas.

O acusado teria se dirigido até o Banco do Brasil, no Jardim Alvorada, para fazer o saque de um depósito que foi feito em sua conta a pedido do seu irmão I. S. S., que está preso em Campo Grande. O depósito seria no valor de R$ 3.722,00. Ele foi preso pelos policiais enquanto tentava sacar o montante depositado.

No momento no saque um gerente da cidade de Bebedouro, interior de São Paulo, entrou em contato com a agência local e informou sobre esse tipo de golpe e conseguiu bloquear o valor que deveria ser sacado. O valor de R$ 3.722,00 teria sido depositado por um caixa do Banco do Brasil de Assis, também no interior de São Paulo.

O acusado foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil. Por se tratar de tentativa de estelionato o crime e afiançável na fase policial. O valor da fiança é de R$ 1.000,00.

ENTENDA O CASO

De acordo com os policiais o golpe de estelionato acontecia da seguinte forma: uma pessoa liga para a agência bancária e fala com o caixa se passando pelo superintendente regional, de quem ele possui todos os dados qualificativos, e solicita que seja feito um depósito em uma conta que o mesmo indica, deixando claro que o valor do depósito já está em poder do gerente.

Após a transação ser feita, uma outra pessoa, que nesse caso foi J. S. S., vai até o caixa e faz o saque do dinheiro que foi depositado pelo banco.

A DIG já estava investigando o caso. Foto: Arquivo/Perfil

Comentários