09/01/2013 11h07 – Atualizado em 09/01/2013 11h07

Ação entre Polícia Militar e Civil prende integrantes de quadrilha que roubava caminhonetes em Três Lagoas

A quadrilha roubou 8 caminhonetes do município, dessas 4 já foram recuperadas. A polícia suspeita que os veículos seriam levados para o Paraguai e Bolívia. Dois integrantes foram presos os outros ainda não foram capturados pelos policiais

Cristiane Vieira

Nos últimos meses a Polícia Militar registrou 8 roubos de caminhonetes em Três Lagoas, todos aconteceram da mesma forma. A vítima era abordada por duas pessoas em uma motocicleta aonde o passageiro rendia a vítima, em posse de arma de fogo, e anunciava o assalto. Os roubos aconteciam pelas ruas de Três Lagoas ou quando as vítimas estacionavam os carros em casa. O último registro de roubo aconteceu ontem (8), no bairro Nossa Senhora Aparecida.

Das 8 caminhonetes roubadas 4 já foram recuperadas pela polícia.

AÇÃO DOS POLICIAIS

Na última sexta-feira (4), uma caminhonete Hilux foi roubada no bairro Vila Nova. Pelo veículo possuir rastreador, uma ação da Polícia Civil e Militar conseguiu recuperar a caminhonete que estava escondida em uma construção em fase de acabamento, no bairro Jardim das Américas.

No local haviam objetos que seriam de cinco vítimas de roubo de veículos que aconteceu nos últimos dias. As caminhonetes roubadas eram levadas até a construção até que o fato se acalmasse e posteriormente seriam encaminhadas ao seu destino final, Bolívia ou Paraguai.

O proprietário do imóvel seria Alessandro da Silva Paixão, vulgo “Monstrão”, que fugiu ao perceber a presença dos policiais.

Após o roubo da última caminhonete, que aconteceu ontem (8) no bairro Nossa Senhora Aparecida, os policiais civis e militares concentrarem as buscas pelos bairros Vila Nova, Vila Alegre, Vila Piloto e Cinturão Verde, onde foram recuperadas as duas últimas caminhonetes.

Durante campana indivíduos chegaram ao local e só foi possível prender Renan da Silva Figueiredo, de 23 anos, outros dois conseguiram fugir, um a pé, que empreendeu fuga pelo meio do mato e o motorista que ocupava o veículo e que teria ido levar seus comparsas para que as caminhonetes fossem entregues ao seu destino final.

Os fugitivos foram identificados como Edmir Pires Ferreira Neto, vulgo “Neto”, de 20 anos e Heitor Ferreira Gomes, conhecido como “Heitorzinho”, também de 20 anos de idade.

CONFISSÃO

O acusado que foi preso pelos policiais confessou que era integrante da quadrilha e que receberia R$ 1 mil reais para levar os veículos até outro ponto da cidade, no Alto Sucuriu.

Os policiais foram até a residência de Renan e lá encontraram uma arma de fogo calibre 38, com 4 munições intactas, que seria utilizada para render as vítimas.

MAIS INTEGRANTES

Outros integrantes da quadrilha também foram identificados como: Maycon Willian Araújo da Silva, vulgo “Maguila”, que foi preso quando chegava em sua residência, no bairro Vila Nova e Fábio Ferreira Gomes, conhecido como “Carcaça”, que não foi localizado. De acordo com familiares ele está ausente desde o último sábado.

Diante dos fatos, os veículos recuperados e os utilizados nos roubos foram periciados e encaminhados ao DEPAC, juntamente com os criminosos para as demais providências pertinentes

Caminhonete roubada pela quadrilha foi recuperada pelos policiais. Foto: Divulgação/PM

Revólver foi encontrado na casa de um dos acusados. Foto: Divulgação/PM

Comentários