12/05/2016 14h50 – Atualizado em 12/05/2016 14h50

A viatura foi solicitada via COPOM para verificar a denúncia de que um caminhão reboque era conduzido por um motorista embriagado

Assessoria

Uma viatura de trânsito foi solicitada via COPOM (Centro de Operações Policial Militar) nessa terça-feira (11) para verificar a denúncia de que um caminhão reboque de cor branca era conduzido por um motorista embriago, nas proximidades de um posto de gasolina na saída para São Paulo. Com apoio da PRF (Policia Rodoviária Federal) o veículo foi avistado ainda em funcionamento em um bairro próximo. Feita a abordagem constatou se que o condutor apresentava forte odor etílico, fala alterada, olhos avermelhados e deitado sobre o volante. Ao seu lado no banco resquícios de uma substância análoga à cocaína, mas o condutor não respondeu a nenhuma pergunta sobre a origem. Em entrevista o motorista confessou ter ingerido bebida alcóolica. Porém se negou a fazer o exame de alcoolemia.

No dia 12 de maio, durante um atendimento a acidente de trânsito, a guarnição do trânsito do 2º Batalhão suspeitou da forma como um veículo era conduzido na via. Feita abordagem ao condutor do veículo, este apresentou sinais de embriagues, com dificuldade até para sair do carro, e forte odor etílico. Durante a busca pessoal foi encontrado um revolver Taurus Calibre 38, o qual não possui registro e quatro munições intactas. O motorista se recusou a fazer o exame de alcoolemia.

Nas duas situações foram feitos autos de Constatação Sinais de Alteração da capacidade psicomotora e os condutores receberam voz de prisão, sendo que o homem que portava a arma também responderá por esse crime. Os dois condutores foram encaminhados à delegacia de policia civil para as devidas providências.

(*) Assessoria de Comunicação Social do 2º BPM

Durante a busca pessoal foi encontrado um revolver Taurus Calibre 38, o qual não possui registro e quatro munições intactas (Foto: Assessoria)

Comentários