17/03/2016 16h47 – Atualizado em 17/03/2016 16h47

Ponte sobre o Rio Paraná entre Bataguassu e Epitácio está interditada

Em protesto contra a nomeação do ex-presidente Lula como ministro chefe da Casa Civil, ruralistas de Presidente Epitácio e Bataguassu bloquearam a ponte Hélio Serejo, sobre o Rio Paraná

Ricardo Ojeda e Daniela Silis

De acordo com a PRF vários manifestantes ruralistas dos dois estados, Mato Grosso do Sul (Bataguassu) e São Paulo (Presidente Epitácio) bloquearam a BR 267 no trecho que dá acesso ao MS, entre os km 0 e 12. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, são cerca de 70 manifestantes.

O protesto começou no final da manhã e início da tarde dessa quinta-feira (17). Eles reivindicam a saída do ex-presidente Lula, do cargo de ministro chefe da Casa Civil e a renúncia da presidente Dilma Roussef. Os manifestantes portam faixas com os dizeres: fora Lula; fora Dilma e abaixo a corrupção.

Os veículos estão sendo liberados a cada meia hora, enquanto ambulância e veículos transportando idosos e crianças estão sendo liberados simultaneamente.

Os caminhoneiros, como os demais usuários da via estão colaborando com o movimento, que segundo os líderes é pacífico e deve prosseguir até o final da tarde

COMPLEMENTAÇÃO DE INFORMAÇÕES

Alguns minutos da publicação da matéria a Polícia Rodoviária Federal informou que o trânsito na rodovia voltou a fluir, porém lentamente.

MAIS INFORMAÇÕES

Conforme informações fornecidas ao Perfil News às 16h45, os manifestantes que estavam realizando a interdição na BR-267 em Bataguassu se deslocaram para a Rodovia Estadual em São Paulo. Sendo assim, não há mais interdição na BR. Ainda segundo informações, no estado de São Paulo a manifestação continua de forma pacífica e sem interdições, causando apenas um pouco de lentidão no trânsito.

Em protesto contra a nomeação do ex-presidente Lula, manifestantes fecham a BR 267 e interdita ponte que liga Bataguassu a Presidente Epitácio (Foto: GS)

Nas proximidades da entrada do distrito da Nova Porto XV, na BR 267 os manifestantes bloquearam parcialmente a rodovia (Foto:  João Victor)

Comentários