Número dobrará a quantidade de equipamentos disponíveis na cidade; UPA receberá estrutura extra provisória.

Três Lagoas começa a adaptar sua estrutura física para atender possíveis doentes graves com Covid-19. Para reforçar o atendimento aos pacientes que precisem de respiração mecânica – principal gargalo causador de mortes derivadas do coronavírus no mundo – o prefeito de Três Lagoas, Angelo Guerreiro, determinou a compra de 20 respiradores.

Isso dobrará o número de aparelhos na cidade. Além disso, o administrador solicitou a implantação de 4 a 5 containers na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para atender à população.

“Diante da falta de itens básicos da saúde de controle e tratamento do Coronavírus, só existiam no mercado estes 20 respiradores e já adquirimos pensando a longo prazo, caso seja necessário. É uma forma de precaução”, justificou o prefeito.

Em seu pronunciamento, o secretário geral do Município, Cassiano Rojas Maia, reforçou o pedido do prefeito quanto à população permanecer em casa de quarentena.

“Pedimos a população para não se dirigirem às Unidades Básicas se não for um caso de urgência. Vamos evitar ao máximo a contaminação e proliferação do vírus. Já é de conhecimento que 80% dos infectados nem perceberão que têm o vírus e se curarão em casa, 20% sentirão os sintomas maiores e apenas 1% necessitarão dos respiradores, porém, se não prevenirmos não conseguiremos atender todos, pois nenhuma cidade, estado ou país está preparado”, finalizou Cassiano.

Comentários