“A pandemia não só continua existindo, como tem perspectivas de piora importante nas próximas semanas”, segundo médico da Vigilância Epidemiológica

Nas últimas semanas vem se propagando em Três Lagoas a falsa e perigosa sensação de que a pandemia da COVID-19 está chegando ao fim e que não existe mais a gravidade do perigo de contágio da doença.

Com isso, a tendência das pessoas é relaxar nas medidas de biossegurança e higiene, como evitar aglomerações, lavar constantemente as mãos, usar máscaras e álcool gel e manter o distanciamento social de uma pessoa a outra, de, ao menos, um metro e meio.

Esse comportamento social de afrouxar as medidas de biossegurança e que vem gerando perigosas aglomerações, já em evidência em Três Lagoas, principalmente nos finais de semana e feriados e notadamente entre as camadas mais jovens, vem chamando à atenção das equipes da Vigilância em Saúde e Saneamento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e do Comitê Municipal de Enfrentamento à COVD-19.

Por isso, vem a calhar o alerta do médico de Família e Comunidade e da equipe de Vigilância Epidemiológica da SMS, Vinícius de Jesus Rodrigues Neves, de que “a pandemia não só continua existindo, como tem perspectivas de piora importante nas próximas semanas, coisa que já está acontecendo nos municípios próximos, com UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) lotadas e aumento grande do número de casos de Coronavírus”, alertou.

“Festas e confraternizações não devem ocorrer e, caso ocorram, é importante que sejam com o menor número de pessoas, que os participantes estejam usando máscaras e evitem contatos físicos; recomenda-se não haver comes e bebes para não incentivar aproximações nem a retirada das máscaras”, recomendou o médico da Vigilância Epidemiológica.

Segundo observou o médico, essa perspectiva de piora do quadro da COVID-19 se agrava pela proximidade dos feriados do mês de dezembro, festas natalinas, confraternizações de grupos de trabalho e familiares e comemorações da passagem de ano.

REALIDADE

Conforme consta nos Boletins Epidemiológicos COVID-19, divulgados diariamente pelo setor de Vigilância Epidemiológica da SMS de Três Lagoas, pelo portal da Prefeitura (www.treslagoas.ms.gov.br), “a pandemia em Três Lagoas está numa fase de controle, especialmente por conta do uso frequente das máscaras, o que deve ser cada vez mais reforçado. Os pacientes têm se recuperado – cerca de 85% apresentam apenas sintomas leves e em cerca de 10 dias ou menos estão recuperados. As internações estão sob controle, com leitos de enfermaria e UTI disponíveis”, comentou o médico Vinicius Neves.

Fotos: Arquivo | Meramente Ilustrativas

Comentários