20/03/2018 15h04

Evander Vendramini disse na sessão ordinária que se baseou em uma notícia veiculada por outras autoridades

Redação

O vereador Evander Vendramini (PP), presidente da Câmara Municipal de Corumbá, município no Pantanal de Mato Grosso do Sul, pediu desculpas na sessão ordinária de segunda-feira (19) por ter compartilhado no fim de semana uma fake news sobre a vereadora do Rio de Janeiro assassinada no último dia 14 de março, Marielle Franco (PSOL).

“Eu cometi um erro, peço desculpas pelo meu erro. Não tenho absolutamente nada contra ninguém pessoalmente, não tenho nada contra opção sexual de ninguém. quero deixar registrado meu pedido de desculpas e meu erro”, afirmou o presidente na sessão.

Assim que publicou a postagem, o presidente da Câmara recebeu muitas críticas e apagou em seguida a mensagem. Na sessão, o vereador pediu desculpas pela postagem e disse que se baseou em uma notícia falsa compartilhada por outras autoridades.

Vendramini divulgou na página dele uma postagem que dizia: “Essa vereadora do rio de janeiro encontrou o que sempre buscou. Foi eleita pelo tráfico, apoiava a legalização das drogas, era a favor do desarmamento, apoiava ritmos musicais que só destroem as famílias, pregava o ódio na sociedade”.

A principal linha de investigação da Delegacia de Homicídios é a execução contra a vereadora e o motorista Anderson Gomes. Apenas a assessora da vereadora, que estava ao lado de Marielle na hora do ataque, sobreviveu ao ataque. A assessora e a a arquiteta Monica Tereza Benício, companheira de Marielle prestaram depoimento na manhã desta terça-feira (20).

Quem tiver informações sobre a morte de Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes deve ligar para o Disque-denúncia: (21) 2253-1177. Pode também mandar mensagem pelo Whatsapp: (21) 98949-6099. O anonimato é garantido.

*G1

Presidente da Câmara de Corumbá pede desculpas ao compartilhar fake news sobre Marielle. (Foto: Divulgação)

Comentários