Caso aconteceu em Chapadão do Sul na sexta-feira à noite; ele disse que “estava possuído pelo demônio”

(*) Antonio Coca

A Polícia Civil de Chapadão do Sul prendeu na manhã de domingo (28) Veronil Pereira da Rocha, de 45 anos. Ele matou na noite de sexta-feira a esposa Aldeni Clara da Silva, 32 anos, com 24 facadas e ainda esfaqueou a sogra Aldenir Barbosa da Silva.

Veronil justificou o crime alegando que “estava possuído pelo demônio”. O crime foi presenciado por um filho adolescente do casal.

“O autor tinha esperado passar o estado de flagrante pra se apresentar, mas já havia mandado. Pedimos a prisão preventiva dele ontem e ela foi concedida pelo judiciário. O autor do feminicídio está preso. Ele se apresentou hoje pela manhã e foi preso. Ele disse que havia ficado escondido nos bueiros, mas estava com a roupa limpa e diferente do dia do crime”, disse o delegado Felippe Potter sobre a prisão.

Comentários