31/03/2019 09h29

Foi a segunda ocorrência semelhante flagrada pela PRF em menos de 7h

Redação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na noite de sexta-feira, 29 de março, 130 kg de cocaína escondidos em um fundo falso de uma carreta carregada com milho. Essa foi a segunda ocorrência semelhante flagrada pela PRF em menos de 7h.

Durante fiscalizações, no km 272 da BR-163, em Dourados, os agentes abordaram um caminhão Scania/T114 atrelado a um reboque. O conjunto possuía placas de Campo Grande. O motorista, de 27 anos, se mostrou nervoso ao responder as perguntas dos policiais

Após uma vistoria no reboque, que estava carregado de grãos de milho, foi localizado um fundo falso, onde foram encontrados 130 kg (cento e trinta quilos) de cocaína.

O condutor confessou estar transportando o ilícito. Segundo ele, primeiro foi até Maracaju carregar os grãos. Na quinta-feira (28) deixou os veículos em Ponta Porã para a preparação do fundo falso com a droga e pegou de volta na manhã de sexta-feira, 29. O destino do entorpecente seria Curitiba, onde receberia R$ 20.000 (vinte mil reais).

O preso, a carreta e a droga foram encaminhados à Polícia Federal em Dourados.

A SEGUNDA, EM MENOS DE 7H

Em outra ocorrência, às 15h, 100,7 kg de pasta base de cocaína foram apreendidos em um fundo falso de uma carreta carregada com açúcar.

Durante fiscalizações de rotina, no km 272 da BR-163, em Dourados, um caminhão Volvo/FH12 380 atrelado a 2 semirreboques, todos com placas de Dourados, realizou uma manobra brusca ao notar a presença dos agentes na rodovia.

A carreta foi abordada, o motorista, de 39 anos, demonstrando nervosismo à equipe, disse estar carregado com açúcar, porém não soube explicar os motivos da viagem, nem mesmo a quem pertencia o veículo.

Após uma vistoria minuciosa, foi localizado um fundo falso em um dos reboques, dentro, estavam vários tabletes com pasta base de cocaína, ao todo, foram apreendidos 100,7 kg do entorpecente.

O condutor declarou ter pego o caminhão, que estava estacionado próximo a cidade de Dourados, confessou que na quinta-feira (28) foi carregar açúcar em uma Usina e deveria viajar até Paranaguá, no Paraná. Por fim, disse que desconhecia a existência do ilícito.

O preso, os veículos e a droga foram entregues à Polícia Federal em Dourados

Foto: Divulgação PRF

Comentários