16/03/2016 14h50 – Atualizado em 16/03/2016 14h50

PRF e SEST/SENAT realizam ação social com caminhoneiros na BR 262

A Polícia Rodoviária Federal em parceira com o SEST/SENAT está realizando, nessa quarta-feira, exames de saúde a motoristas profissionais que trafegam na rodovia. A ação é desenvolvida em todo Brasil através do Comando da Saúde

Daniela Silis

A polícia Rodoviária Federal (PRF), em parceria com o Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST/SENAT), está realizando hoje (16) o 1º Comando de Saúde de 2016 em Três Lagoas. O município é o primeiro a receber a ação esse ano no estado e está sendo realizado na Unidade Operacional da PRF no km 21 da BR-262.

Essa ação, que tem como objetivo a realização de um trabalho preventivo de redução de acidentes de trânsito nas rodovias federais que acarreta o salvamento de vidas e a preservação do patrimônio dos usuários, também acontece em uma cidade de cada estado do país nessa quarta-feira.

Segundo o Inspetor da PRF Carlos de Oliveira, um dos organizadores da ação, o município de Três Lagoas foi escolhido para receber o 1º Comando de Saúde desse ano por causa do grande fluxo de veículos de carga que trafegam pela rodovia. “A BR-262 sempre foi o grande corredor de veículos de carga”, afirmou o inspetor.

Estão envolvidos nessa quarta-feira cerca de 40 pessoas, entre elas policiais da PRF, funcionários e jovens aprendizes do SEST/SENAT, médicos, voluntários para o exame de DST e estagiários do curso de Nutrição da Faculdades Integradas de Três Lagoas (AEMS).

Segundo o Inspetor da PRF, a meta para essa ação é de atender 110 motoristas profissionais. “Temos que atender a 110 motoristas aqui hoje e não temos horário para acabar. Atendendo os 110 e fica a nosso critério encerrar ou não”, concluiu Oliveira.

EXAMES OFERECIDOS

Os motoristas que são convidados a participar do evento passam por cinco etapas, sendo elas a anamnésia, para ver a condição de saúde dos motoristas; o peso, altura e Índice de Maça Corporal (IMC), onde é visto a porcentagem de gordura com o aparelho de bioimpedância, e a circunferência cervical e abdominal, onde é detectado o nível de problemas cardiovasculares que eles possam ter; a terceira etapa é o ôximetro e a frequência cardíaca, para ver quantas partículas de oxigênio têm no sangue e a pressão arterial dos motoristas, respectivamente; também é oferecido o teste rápido de DST AIDS, que é opcional e, por fim, a medicina do tráfico com o aparelho Raizamed, que é realizado pelos policiais para testar a força manual desse motorista, o ofuscamento, para ver o reflexo no caso de um farol alto, onde o motorista tenha que desviar e a visão cromática para ver se ele é daltônico ou não.

IDEIA BOA

O motorista Jacson de Carvalho Sousa, de 58 anos, concorda com a ação. Ele já passou pelos exames e diz que a ideia é muito boa. “Esse evento é muito bom para os motoristas, pois quase não tem tempo para parar e ir a um médico”, afirmou.

Carolina Ferreira de Lima é promotora de esporte e lazer no SEST/SENAT e hoje está coordenando junto aos policiais da PRF o Comando de Saúde. Segundo ela, evento acontece quatro vezes ao ano. “Normalmente os Comandos são realizados pela PRF e o SEST/SENAT que é já uma parceria nossa e acontece quatro vezes ao ano. Hoje a gente comemora 10 anos de comando”, afirmou.

RODOVIAS

Na rodovia BR-262, pelo grande fluxo de veículos de carga e treminhões que transportam madeiras, a atenção tem que ser redobrada, levando em consideração a má conservação da rodovia. Os buracos encontrados em toda a sua extensão podem causar graves acidentes de trânsito. Com isso, o Inspetor da PRF Carlos de Oliveira aconselha aos motoristas que trafeguem com mais atenção.

“O conselho, não só para a 262, mas para toda rodovia que não esteja em perfeitas condições, é a atenção. É não abusar da velocidade, obedecer a sinalização e, acima de tudo, dirigir dentro de uma carga horária que ele consiga realmente manter esse nível de atenção”, afirmou.

A rodovia, que tem muitos buracos durante todo o trajeto, é muito perigosa para todos os veículos que trafegam nelas, podendo ocasionar acidentes ao desviar ou cair dentro de um buraco. Diante disso, um acidente causado por imperfeições na via é por negligência da conservação da rodovia. “A União é responsável pela rodovia, no caso aqui na 262 tem um órgão responsável, então eu acredito que sim. Mas se está esburacada, está com algum defeito, tem que prestar mais atenção ainda”, concluiu o inspetor.

COMANDO DE SAÚDE

O Comando Saúde é uma ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal, o Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST/SENAT) e a Secretaria Municipal de Saúde de Três Lagoas/MS. Os usuários da rodovia, principalmente os motoristas profissionais de veículos de carga, são abordados e convidados a fazer uma série de exames com profissionais da saúde, bem como assistir palestras sobre educação para o trânsito.

Exame de pressão realizado em motorista profissional durante Comando de Saúde na BR-262 (Foto: Daniela Silis)

Policial Rodoviário Federal aborda caminhoneiros para convidar a participar da ação (Foto: Ricardo Ojeda)

Também foi oferecido orientações médicas aos motoristas (Foto: Daniela Silis)

Comentários