15/04/2014 17h45 – Atualizado em 15/04/2014 17h45

A Operação Semana Santa/ Tiradentes entra em vigor às 0h desta quinta-feira (17)

Larissa Lima com Assessoria

De acordo a Polícia Rodoviária Federal, a Semana Santa é o segundo período de feriado com maior número de acidentes, por conta do aumento do fluxo de veículos e ônibus que seguem em direção ao interior.

Em decorrência destes dados, o reforço na fiscalização será estendido até às 23h59 da segunda-feira (21), dia em que os motoristas estarão voltando do feriado prolongado.

Durante todo o feriado, a Polícia Federal irá reforçar o policiamento ostensivo em locais e horários com maior incidência de acidentes. O objetivo é garantir segurança e fluidez no trânsito de rodovias federais, fiscalizando também, motocicletas e os ciclomotores, pelo elevado índice de acidentes fatais que envolvem estes meios de locomoção.

Ações preventivas para redução da violência no trânsito e de acidentes relacionados ao excesso de velocidade, ultrapassagens proibidas e embriaguez ao volante serão priorizadas.

RADARES

Para coibir o excesso de velocidade que, juntamente às ultrapassagens proibidas, somam mais de 40% das multas aplicadas pela Polícia Rodoviária, 150 radares serão distribuídos em rodovias federais, em trechos com alto índice de acidentes.

As duas infrações citadas contribuem para ocorrência da colisão frontal, que é o tipo de acidente mais letal. Apesar de representar apenas 3% do total de acidentes, é responsável por 32% das mortes nas rodovias federais.

PREVISÃO DO TEMPO

A PRF alerta aos condutores que a previsão é de tempo chuvoso em grande parte do país durante o feriado, o que provoca maior lentidão no trânsito, prejudica a visibilidade, reduz a aderência dos pneus e dificulta as manobras de emergência.

HORÁRIOS DE PICO

Nas rodovias de pista simples, que representam a maior parte da malha viária do país, o tráfego de treminhões, bitrens e caminhões-cegonha será restrito durante o feriado. Nos dias e horários de maior movimento, esses veículos não poderão transitar, mesmo que estejam carregados e possuam Autorização Especial de Trânsito (AET).

O descumprimento resultará em multa de R$ 85,13 e quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Além disso, o condutor será obrigado a permanecer com o veículo estacionado até o final do horário de restrição.
Na quinta-feira (17), o horário de restrição será das 16h às 24h. No dia seguinte, das 6h às 12h. Já na segunda-feira (21), os veículos citados não poderão trafegar das 16h às 24h.

TRECHOS CRÍTICOS

As rodovias com maior fluxo são a BR 163 e BR 262, que passam pelas maiores cidades e dão acesso às fronteiras com outros estados e países, além de serem utilizadas para escoamento da produção. Os trechos críticos são próximos aos perímetros urbanos, locais onde acontecem muitos acidentes sem vítimas, geralmente de colisão traseira.

Aproximadamente metade dos acidentes que ocorrem são na BR 163, devido ao grande número de caminhões que circulam, além da falta de acostamento em diversos trechos e o anel viário, onde há o encontro da área urbana com a rodovia. Já na BR 262, a atenção deve ser redobrada na região do Pantanal, onde é comum animais cruzarem a pista.

PRIORIDADE

De acordo com a Polícia Rodoviária, o policiamento e fiscalização serão priorizados em Campo Grande, Nova Alvorada do Sul, Dourados, Coxim e Três Lagoas.

Três Lagoas é um dos pontos onde o policiamento será reforçado (Foto: Arquivo/ Perfil News)

Comentários