02/01/2013 13h50 – Atualizado em 02/01/2013 13h50

Da Redação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu 45 motoristas por dirigirem em visível estado de embriaguez, nas rodovias que passam por Mato Grosso do Sul, durante os dez dias da operação de final de ano. O dado faz parte de um balanço parcial divulgado pela corporação nesta quarta-feira (2), mas já é possível observar um aumento em relação às ocorrências da operação do ano passado, quando 13 foram presos por esse mesmo motivo.

Foram feitos 2.628 testes do bafômetro e 75 motoristas foram multados desde o dia 21 de dezembro de 2012, início da operação. Na ação realizada no mesmo período entre 2011 e 2012 foram feitos 1.056 testes e 17 receberam multas.
Segundo a polícia, a multa é aplicada aos motoristas que forem flagrados dirigindo com mais de 0,14 dg/l de álcool por ar expelido. Acima de 0,30 dg/l, além da multa, o suspeito também vai preso.

“Se o condutor se recusar a soprar o bafômetro ele é multado automaticamente. Caso apresente sinais visíveis de embriaguez ele vai preso mesmo não fazendo o teste”, explicou ao G1 o inspetor da PRF Tércio Baggio.

Ele lembra que é a primeira operação em que as mudanças na Lei Seca já estão em vigor. As alterações foram publicadas no dia 21 de dezembro. Uma das novidades foi o aumento da multa, de R$ 957 para R$ 1.915, valor que pode ser dobrado se o motorista já tiver cometido a mesma infração antes.

“Com a nova lei a pessoa acaba ficando sem saída. Ela se recusa a fazer o teste e paga a multa ou assopra e comprova que está ou não embriagada”, disse.

BALANÇO

O número de acidente diminuiu na operação final de ano 2012/2013. Até o momento foram registrados 127 acidentes, com 120 feridos e 8 mortos. Na mesma ação entre 2011 e 2012 foram registrados 202 acidentes, com 155 feridos e 15 mortos. A operação acaba oficialmente à 0h desta quarta-feira (2).

(*) Com informações do G1-MS

Comentários