02/09/2014 17h50 – Atualizado em 02/09/2014 17h50

Após mais de seis meses desativado por causa de reformas, o posto da PRF vai ser reativado no Km 21 da BR-262, em Três Lagoas

Léo Lima

O posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), instalado no quilômetro 21 da BR-262, próximo de Três Lagoas, vai ser reativado nesta quarta-feira (03), após mais de seis meses de atividades paralisadas por conta de reformas necessárias. A informação partiu do inspetor Luiz Gratão, chefe da delegacia da PRF local, acrescentando que, na ocasião, também vai ser realizado mais um “Comando Saúde”, com apoio do Sest/Senat.

De acordo com Gratão, as reformas realizadas no prédio possibilitaram maior comodidade aos agentes da PRF, assim como melhor atendimento ao público usuário da rodovia. O posto agora está com instalações modernas, ampliadas e que garantem agilidade e praticidade às atividades. O serviço de comunicação também recebeu equipamentos modernos.

MUDANÇA

Por conta das reformas no local, houve a necessidade de transferência do atendimento para o posto da Polícia Militar Ambiental, no quilômetro 2 da rodovia, na entrada de Três Lagoas, para quem vem de São Paulo. Esse local, segundo Gratão, vai continuar servindo a PRF, sem prazo de entrega.

Um representante da Superintendência da PRF em Campo Grande deverá vir a Três Lagoas, acompanhar a reativação do posto no Km 21.

EVENTO PARALELO

O “Comando Saúde”, conforme Gratão acontecerá das 9hs às 11h30. O evento educativo tem a finalidade de reforçar, junto aos caminhoneiros em trânsito, a necessidade de manter a saúde em dia para se evitar acidentes. A abordagem aos motoristas é feita pelos agentes da Polícia Rodoviária Federal que os encaminham para as estações de saúde instaladas no local pelas equipes do Sest Senat, PRF e parceiros.

No local do evento são realizados exames rápidos, palestras e distribuição de brindes e materiais explicativos sobre temas relacionados ao dia a dia do caminhoneiro. Entre os exames realizados estão aferimento de pressão, colesterol, glicemia, triglicerídeos, verificação de peso, altura e massa corpórea, frequência cardíaca, acuidade auditiva e visual, dentre outros.

As antigas instalações do posto da PRF no Km 21 estavam precisando de reformas, inclusive com falta de espaço para as atividades no local (Foto: Google)

Durante o

Comentários