23/09/2013 09h29 – Atualizado em 23/09/2013 09h29

Procon não atende hoje para manutenção de sistema nacional que registra ocorrências

A manutenção do sistema acontece no País inteiro

Da Redação

Para melhor atender o consumidor de Mato Grosso do Sul trazendo mais agilidade, estabilidade e qualidade, o Procon de Mato Grosso do Sul vai passar por uma reestruturação do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) e não realiza atendimento ao público nesta segunda-feira (23).

A manutenção do sistema acontece no País inteiro segundo o superintendente do Procon, Alexandre Rezende. “O Ministério da Justiça está realizando este procedimento em todos os Procons. Nesta data somente Mato Grosso do Sul não vai ter atendimento ao público nos órgãos de defesa do consumidor na Capital e nas cidades do interior que possuem Procon Municipal. Por causa desta manutenção não temos como registrar nenhuma reclamação, já que todos os reclames vão direto para o Sindec”, explica Rezende.

Os consumidores que tiverem audiência marcada nesta data terão nova data reagendada. “Vamos informar o consumidor, por telefone ou através de um comunicado, uma nova data para que sua audiência aconteça. Entraremos em contato com o consumidor de alguma forma”, esclarece o superintendente.

Nesta data os colaboradores do órgão de defesa do consumidor passarão por processo de capacitação. “Aproveitaremos esta manutenção do sistema para realizar trabalhos internos e pareceres. Os nossos servidores passarão ainda por capacitações internas visando ao bom atendimento do consumidor”, enfatiza Alexandre.

Com as mudanças do sistema o consumidor poderá contar com um atendimento mais efetivo. “Esta manutenção vai trazer melhoria de velocidade, evitar que o sistema caia com frequência, trazendo mais estabilidade ao Sindec e ainda a qualidade será superior à existente. Vamos poder atender melhor o consumidor de Mato Grosso do Sul”, pontuou o superintendente do Procon.

(*) Com informações de Notícias MS

Os consumidores que tiverem audiência marcada nesta data terão nova data reagendada (Foto: Arquivo)

Comentários