12/04/2016 10h41 – Atualizado em 12/04/2016 10h41

Os produtores estão estimulados e querem o apoio do parlamentar para a criação de uma cooperativa

Assessoria

O Governo de Mato Grosso do Sul já sinalizou de forma positiva a solicitação feita pelos produtores de leite de Selvíria, por meio do Deputado Estadual Angelo Guerreiro e do presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropastoril (ACIAS) do município, Luciano Alves Paiva.

A reunião feita no final de março com o Secretário de Estado de Fazenda, Márcio Monteiro, agendada pelo parlamentar, foi suficiente para o Estado reconhecer a importância de um incentivo no recolhimento do ICMS para a região.

Conforme o presidente da ACIAS, em uma semana o estado se pronunciou diante do pedido de um regime especial para recolhimento mensal ou quinzenal do ICMS para empresas de outros estados que queiram comprar o leite produzido em Selvíria. “O recolhimento diário não é atrativo. Mas nós sabemos de empresas paulistas interessadas na nossa produção. Esse incentivo de recolher o imposto de forma diferenciada torna o negócio viável e estimula os produtores”, explicou Luciano que disse estar surpreso com a agilidade e entendimento do Governo do Estado.

O Deputado Estadual Angelo Guerreiro, que foi procurado pelo presidente da Associação e levou o assunto até o Secretário Estadual de Fazenda, conversou com dois produtores de leite de Selvíria e disse estar disposto em ajudá-los ainda mais.

Joacir Holanda, produtor de leite há trinta anos na região, está estimulado e quer o apoio do parlamentar para a criação de uma cooperativa no município para revender a produção.

APERFEIÇOAMENTO

Os produtores e a Associação Comercial, Industrial e Agropastoril de Selvíria se comprometeram a conhecer uma cooperativa de Andradina, interior de São Paulo, para buscar conhecimento. “Já temos a informação que em Andradina, antes da cooperativa, a produção de leite era de 10 mil litros por dia. Hoje é de um milhão de litro por dia. Queremos amadurecer essa ideia para colocá-la em prática”, disse Joacir.

A região de Selvíria produz 11 mil litros de leite por dia, segundo levantamento da Agraer. “Esse incentivo do Governo do Estado estimula a produção, aumenta a concorrência e melhora o preço. Queremos que os nossos produtores sintam-se valorizados”, comemorou Guerreiro.

A Secretaria Estadual de Fazenda disse que é possível o tratamento diferenciado para o recolhimento do imposto, mas que depende do comprador, ou seja, é necessário identificar as empresas interessadas e essas devem procurar a Secretaria de Fazenda de Mato Grosso do Sul para avaliar como será feito o operacional.

(*) Assessoria de Imprensa do Deputado Angelo Guerreiro

O Deputado Estadual Angelo Guerreiro com representantes de produção leiteira no Bolsão. (Foto: Assessoria)

Comentários