11/04/2019 13h48

Professores do Ensino Integral participam de curso de formação e aprofundamento na disciplina “Projeto de Vida”

Ao todo, cerca de 7.8 mil estudantes são atendidos pelas 27 escolas que ofertam o Ensino Médio em Tempo Integral em Mato Grosso do Sul

Portal do MS

“Uma disciplina utilizada como forma de estimular o autoconhecimento e fortalecer o estudante, identificando prioridades, aptidões, papel familiar, vocação e formação de um cidadão preocupado em modificar o meio em que vive”. Esta é a definição do professor Emerson Bandeira Bastos, da Escola Estadual Roberto Scaff, de Anastácio, ao falar sobre o “Projeto de Vida”, uma das disciplinas características das escolas que ofertam o Ensino em Tempo Integral em Mato Grosso do Sul.

Roberto é um dos professores titulares das 27 escolas, integrantes do Programa Escola da Autoria, que participaram do Curso de Formação e Aprofundamento em Projeto de Vida, realizado na primeira semana deste mês de abril, no Centro de Formação Mariluce Bittar. Voltado para professores e coordenadores pedagógicos, a formação foi oferecida pela Secretaria de Estado de Educação (SED), por intermédio da Gerência de Ensino Médio em Tempo Integral (GEMTI).

De acordo com a Gerente do Ensino Médio Integral da SED, professora Maria Gorete Siqueira Silva, nos primeiros dias o curso foi voltado para professores que estão iniciando a disciplina Projeto de Vida e, no restante da semana, a ação foi voltada para docentes já atuantes, com troca de experiências e aprofundamento da matéria.

A coordenadora pedagógica Edna de Souza Sanches, com 20 anos de experiência na área, falou sobre a importância da disciplina: “A Escola Roberto Staff atende cerca de 800 estudantes e a disciplina Projeto de Vida é fantástica, podemos destacar que é o coração da Escola. Quando ele (estudante) percebe que todos esforços são voltados para os seus sonhos, ocorre a transformação, não apenas para vocação e impulso profissional, mas de transformá-lo, a partir desses sonhos, em um cidadão preocupado com outro ser humano e construtor de um ambiente mais humano e próspero”, enfatizou coordenadora.

Quando o assunto é a oferta do Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI), vale destacar o crescimento da modalidade na Rede Estadual de Ensino (REE) de Mato Grosso do Sul. Em 2018 o Estado contava com 16 escolas (11 na capital e 5 escolas no interior), que receberam 4.6 mil estudantes. Em 2019, o número de unidades aumentou de forma significativa, com a adesão de 11 escolas ao Programa Escola da Autoria, sendo 10 no interior e uma em Campo Grande. Ao todo, já são 27 unidades em todo Estado, que atendem cerca de 7.8 mil estudantes.

Implantado no início da atual gestão, ainda em 2015, o Programa Escola da Autoria faz parte da proposta de fomento ao Ensino Médio em Tempo Integral por parte do Governo Federal, por intermédio do Ministério da Educação.

Adersino Junior – Secretaria de Estado de Educação (SED).

Comentários