04/12/2014 09h10 – Atualizado em 04/12/2014 09h10

São crianças e adolescentes que se tornam multiplicadores de valores éticos e morais, como obediência à legislação de trânsito, respeito e disciplina na família, na escola e na sociedade

Agência Brasil

Oficialmente instituído em abril de 2013, o Programa Patrulha Mirim de Educação no Trânsito tem despertado os aplausos e apoio de toda a comunidade de Três Lagoas pelos resultados já obtidos de exemplos multiplicadores de valores éticos e morais, como obediência à legislação de trânsito, aumento do aprendizado escolar, respeito, educação e disciplina na família, na escola e na sociedade.

Esta é a avaliação da coordenadora do Centro de Referência Assistencial e Educacional (Crase) Coração de Mãe e do Programa Patrulha Mirim, professora Nilce Figueiredo Garcia.

O Crase Coração de Mãe engloba uma série de ações específicas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Crianças e Adolescentes, sob a responsabilidade e gestão da Secretaria Municipal de Assistência Social, entre elas o Programa Patrulha Mirim de Educação no Trânsito.
São 60 crianças e adolescentes de ambos os sexos, divididos em duas turmas de 30, que participam do Programa, pela manhã ou à tarde, no período contrário ao horário escolar.

Para ser admitido no Programa, a acriança ou o adolescente tem que estar matriculado em escola da Rede Pública de Ensino e frequentar o Crase Coração de Mãe, possuir vontade de participar, demonstrar disciplina e postura e ter de 9 a 14 anos, informou a professora Nilce.

RESULTADOS

“Estamos felizes porque percebemos que os resultados são evidentes pelos exemplos de comportamento e atitudes dessas crianças e adolescentes. O objetivo principal deste Programa é formar cidadãos multiplicadores de educação e respeito às leis do trânsito e capazes de fazer perceber a diferença na família e dentro do ambiente em que vivem”, ressaltou a coordenadora Nilce Figueiredo.

O Programa Patrulha Mirim de Educação no Trânsito é uma das ações sociais e educacionais da Prefeitura de Três Lagoas, voltadas à criança e ao adolescente, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, com a participação da 2ª Companhia do 14º Batalhão da Polícia Militar Rodoviária (PMR), idealizador do projeto, e apoio da iniciativa privada, como, Fibria Celulose, Grupo Pioneiro, Coopercarga e Breda Transportes e Serviços, entre outras empresas.

FORMATURA

Em 2014, a culminância do Programa Patrulha Mirim de Educação no Trânsito ocorreu com a solenidade de formatura de promoção de graduações (patentes) e entrega dos prêmios do 1º Concurso de Arte (paródia, frase e desenho) sobre o tema “Paz no Trânsito”.

Junto com a entrega das insígnias e diplomas, os vencedores do citado concurso receberam bicicletas e outros prêmios.

O evento foi no recinto do Plenário da Câmara Municipal, na noite da sexta-feira passada, 28 de novembro, e prestigiado com a presença da secretária de Assistência Social, Maria Lúcia Firmino; vereador Antônio Luiz (Tonhão) Teixeira Empke Júnior (PMDB); comandante do 14º BPMR, tenente coronel Waldir Ribeiro Acosta, acompanhado do comandante da 2ª companhia da PMR, major James Magno, e do comandante de Policiamento de Área II, coronel Holivaldo de Jesus Muniz, e do comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar (2º BPM), tenente coronel Wilson Sérgio Monari; representantes da Fibria Celulose, Grupo Pioneiro; pais dos alunos e a equipe do Programa, constituída pela professora Nilce Figueiredo, professora Ivânia Cristina Pires Hecht, professor Bruno Wilton de Araújo Diniz e o sargento Sérgio Lopes de Santana.

INCENTIVO

A solenidade de formatura, seguindo os moldes militares de entrega de insígnias, que identificam a patente dos policiais, fixada nos respectivos uniformes, “é forma que encontramos para estimular na criança e no adolescente a sua capacidade de liderança para se transformar cidadão multiplicador da disciplina, postura, boa educação e respeito”, comentou o major James Magno.

“O Programa Patrulha Mirim de Educação no Trânsito de Três Lagoas, pelas suas características e amplitude de ações, é referência e único no estado de Mato Grosso do Sul, porque não se limita apenas ao trânsito, mas tem como diferencial o leque de conteúdos pedagógicos do Crase Coração de Mãe, que usa a convivência, a arte, a música e o teatro, com projetos educacionais direcionados especificamente à educação no trânsito”, ressaltou o major Magno.

Por essa razão, avaliando o desempenho das crianças e adolescentes do Programa, o patrulheiro mirim, após um ano, é promovido a soldado patrulheiro e, “por merecimento de disciplina e resultados de comportamento e aprendizado pode ser promovido a cabo, 3º sargento, 2º sargento e 1º sargento”, explicou.

Por esse motivo e para preservar a identidade do Programa, “quando se apresenta fardado, a norma é que esteja sempre acompanhado de um policial militar rodoviário”, informou o comandante da PMR.
Entre as ações realizadas fora do Crase Coração de Mãe, o Programa já participou de várias blitzes de educação no trânsito urbano e rodoviário (rodovias estaduais) e visitas de reforço educacional à fábrica de celulose da Fibria, quartel do 2º BPM e quartel da 2ª Companhia de Infantaria do Exército Brasileiro.
A parceria da Polícia Militar Rodoviária no Programa Patrulha Mirim no Trânsito conta com a presença diária e constante de um policial, no caso específico, o sargento Santana.
“A função dele é ser responsável pela formação dos conceitos de respeito e obediência à hierarquia, disciplina, cidadania e formação teórica e prática da legislação de trânsito”, resumiu o major Magno.

EXEMPLOS DE CIDADANIA

Para a secretária Maria Lúcia Firmino, graças ao apoio e incentivo que tem recebido da prefeita Marcia Moura às múltiplas ações da Secretaria Municipal de Assistência Social, o Programa Patrulha Mirim de Educação no Trânsito é orgulho para Três Lagoas e nos dá exemplos de cidadania.
“Assim como nos programas Pelotão Mirim, que foi o pioneiro, o Patrulha Florestinha e o Bombeiros do Amanhã, as nossas crianças e adolescentes do Patrulha Mirim do Trânsito também têm nos dado belos exemplos de cidadania e referência para nós adultos, para que possamos mudar nosso comportamento no trânsito e no ambiente em que vivemos” disse.
“Graças a estes programas, acreditamos que o amanhã será melhor, porque estamos investindo hoje na formação de crianças e adolescentes, futuros pais e mães de família, trabalhadores e trabalhadoras, profissionais competentes e, principalmente, multiplicadores e exemplos de cidadania”, completou Lúcia Firmino.

A parceria da Polícia Militar Rodoviária no Programa Patrulha Mirim no Trânsito conta com a presença diária e constante de um policial. (Foto: Assessoria de Comunicação)

Comentários