09/05/2013 16h31 – Atualizado em 09/05/2013 16h31

Com apoio da Fibria, Parceria pela Educação beneficia Ribas do Rio Pardo e Selvíria

Por meio da Fibria, o projeto já contemplou mais de 10.500 pessoas em Mato Grosso do Sul

Da Redação

Pelo terceiro ano consecutivo Mato Grosso do Sul irá participar das ações do projeto Parceria Votorantim pela Educação (PVE), apoiado pelo Instituto Votorantim e desenvolvido pela Fibria.

Em 2011 e 2012, o projeto contemplou mais de 10.500 pessoas, entre estudantes, família e comunidade nos municípios de Água Clara e Ribas do Rio Pardo.

Este ano, com o tema Valorização da Leitura, os municípios de Selvíria e Ribas do Rio Pardo foram contemplados pelas ações do projeto, que será trabalhado em quatro ciclos com ações que contemplam a escola, família e comunidade.

Desde o dia 1º de abril estão abertas as inscrições para a quinta edição do Concurso Tempos de Escola. A iniciativa, realizada em parceria com o Ministério da Educação (MEC) e o Canal Futura, premiará redações de alunos do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Este ano o tema das redações para o Ensino Fundamental I, será “A Minha Versão da História”, para o Ensino Fundamental II: “História de um Leitor” e para o Ensino Médio e Educação de Jovens Adultos “Ler para Entender o Mundo”. As inscrições devem terminar no dia 30 de junho.

PARCERIA VOTORANTIN PELA EDUCAÇÃO

Presente em 21 municípios de 12 estados brasileiros, o PVE conta com a participação das Unidades de Negócio da Votorantim para mobilizar a sociedade. Em 2013, a iniciativa pretende fazer da leitura um valor social, fomentando ações que valorizem a prática da mesma em toda a comunidade.

“As ações de mobilização terão como principais focos desenvolver o prazer pela leitura tanto em casa quanto em espaços específicos. Queremos estimular as crianças em relação a diferentes culturas, pensamentos, conhecimentos, tendo em vista o aprendizado contínuo como instrumento de melhoria para a escrita e a fala”, reforça o gerente de pesquisa e desenvolvimento do Instituto Votorantim, Rafael Gioielli.

Para contribuir com a execução das atividades de mobilização, serão sensibilizados estudantes de ensino básico, famílias, gestores públicos, professores e educadores.

As ações com a gestão pública terão ênfase nas Políticas do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), implantadas de forma qualificada e efetiva, nas quais o objetivo central é o cumprimento do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). Para tanto, serão apresentadas, de imediato, as diretrizes do PNAIC aos atores participantes.

O projeto Parceria Votorantim pela Educação (PVE) já foi reconhecido pela Fundação Banco do Brasil como uma Tecnologia Social, passível de ser compartilhada e replicada, e vencedor do Prêmio Latinoamericano de Desenvolvimento de Base, realizado pela Fundación Iteramericana e RedEAmérica.

PRINCIPAIS RESULTADOS DO CONCURSO TEMPOS DE ESCOLA EM 2012

Em 2012 foram 6.110 inscrições de alunos de todas as faixas etárias, envolvendo mais de 13 mil pessoas que atuaram indiretamente para a realização do concurso, como professores, educadores, pessoas das comunidades e as próprias famílias dos alunos participantes. Nas redações, foram mais de 38 mil apontamentos a cerca dos sonhos dos alunos em relação à realidade escolar e como a mesma poderia ser melhorada. Uma das reivindicações feitas pelos alunos está ligada ao maior acesso aos espaços para leituras e livros de interesse, tanto para diversão quanto para o estudo. O concurso também diagnosticou que as crianças e jovens sentem falta de atividades extraclasse com viés tecnológico e cultural.

SOBRE O INSTITUTO VOTORANTIM

Ao completar 10 anos, o Instituto Votorantim se fortalece como agente propulsor das práticas de responsabilidade social da Votorantim. A instituição foi criada em 2002 para qualificar o investimento social da empresa, a partir da identificação de oportunidades que gerem valor para a sociedade.

Com presença em mais de 300 municípios no Brasil e outros países, o Instituto orienta as unidades de negócio em ações voltadas ao desenvolvimento local sustentável, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das comunidades dessas regiões. O Instituto promove ações no campo da educação, geração de trabalho e renda, cultura, preservação e fortalecimento de direitos infanto-juvenis, entre outros. Ao longo de uma década de atuação, foram apoiados 1200 projetos, que beneficiaram mais de 4,6 milhões de pessoas.

SOBRE A FIBRIA

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria possui capacidade produtiva de 5,25 milhões de toneladas anuais de celulose, com fábricas localizadas em Três Lagoas (MS), Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint venture com a Stora Enso. Em sociedade com a Cenibra, opera o único porto brasileiro especializado em embarque de celulose, Portocel (Aracruz, ES). Com uma operação integralmente baseada em plantios florestais renováveis localizados nos Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Bahia, a Fibria trabalha com uma base florestal total de 958 mil hectares, dos quais 336 mil são destinados à conservação ambiental. Em outubro de 2012, a companhia firmou aliança estratégia com a norte-americana Ensyn para investir no segmento de combustíveis renováveis a partir de madeira e biomassa.

(*) Com informações de Assecom Fibria

O projeto contempla estudantes, familiares e a comunidade (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários