02/10/2013 16h53 – Atualizado em 02/10/2013 16h53

O grupo de estudos “Por onde andas leitor?” teve início no mês de abril e continuará suas atividades no ano de 2014 com o compromisso de conquistar novos participantes

Da Redação

A Administração Municipal, por meio da Secretaria de Educação e Cultura – SEMEC, promove desde abril de 2013 encontros quinzenais do Projeto “Por onde andas leitor?” (A formação de leitores: por uma educação para a leitura”, com abordagem de temas referentes à educação formal e educadores sociais, entre eles, a história dos contos e sua relação com o público adulto e infanto-juvenil, tipos e escolhas de obras, algumas técnicas para contar histórias e círculo de experiências leitoras.

O projeto da SEMEC foi idealizado pelas coordenadoras pedagógicas Annete Lopes Sejópoles Modesto e Vera Lúcia Medeiros, em parceria com a Biblioteca do SESI, localizada na Rua José Hamílcar Congro Bastos, nº 1313, Bairro Vila Nova.

As oficinas e estudos foram realizados ao longo do ano letivo, em encontros quinzenais, aos sábados, nos meses de abril, maio, junho, julho, agosto, setembro e outubro, totalizando 13 encontros com duração de 3h cada.

Segundo as coordenadoras pedagógicas, muitas metas foram almejadas pela equipe responsável pela execução do curso de formação e grupo leitor, entre elas, “ampliar o repertório leitor dos participantes, promover uma reflexão aprofundada a respeito da estética da recepção da literatura infanto-juvenil, desenvolver e aprimorar técnicas para a contação de histórias, suscitar uma reflexão aprofundada acerca do próprio processo de construção de conhecimentos que se define ininterrupto, dentro da concepção do letramento”.

Dentre outros objetivos estão estudos pedagógicos imprescindíveis para alguns levantamentos hipotéticos na visão histórico-cultural da Educação e da leitura e a real aplicabilidade dentro das instituições educativas, além de repensar a prática do ensino da leitura, como também investir na formação do “ser”, enquanto sujeito e cidadão engajado com múltiplas questões éticas e humanas.

PROGRAMA

Vale ressaltar que o grupo “Por Onde Andas Leitor” também traz um caráter de formação continuada, a fim de trazer certo perfil filosófico e metodológico para o curso em que o gênero memória engendrará todas as ações e temas.

Segue lista de temas discutidos durante os encontros:

  • Concepção de Infância;

  • Concepção de Literatura;

  • A Literatura Oral;

  • Concepções de Leitura;

  • Concepções de Leitor;

  • A formação do leitor criança, jovem e adulto;

  • O objeto Livro;

  • Contação de Histórias;

  • A Formação de “Grupos Leitores”

ESPAÇOS PARA VIVÊNCIAS LEITORAS

Foram projetados Espaços para Vivências Leitoras (comunidade, familiares e amigos dos participantes e educadores) nas áreas de leitura e literatura, a discussão entre artistas, escritores e pesquisadores. “Buscamos por estratégias de leituras com interesse na formação continuada de professores, bibliotecários e afins. Focamos, antes de tudo, a formação de leitores adultos proficientes, formadores de futuros leitores de textos ficcionais sensíveis e engajados: as crianças”.

Para tanto, o projeto privilegiou em seu “estofo,” artistas e obras contemporâneas, que já fazem parte do acervo das Escolas Públicas distribuídas pelo Programa Nacional Biblioteca da Escola. __PNBE/ 2012. Marina Colasanti, Bartolomeu Campos de Queirós, Ricardo Azevedo, Nelly Novaes Coelho, Elias José; Laura Sandroni; Marisa Lajolo e outros expoentes nessa área, por isso, algumas obras desses artistas foram selecionadas pelo grupo.

A obra escolhida, além de ganhar “empatia” com o público alvo, ainda facilita ações propostas no projeto em questão como: a literatura oral três-lagoense, a contação de histórias, testemunhos de leitores e registros orais e escritos.

OBRAS

  • ‘Doze Reis e a Moça no Labirinto do Vento’ (Marina Colasanti) GLOBAL;

  • “Cantos do Pássaro Encantado” (Rubem Alves) VERUS EDITORA;

  • “Jorge do Pântano” (Marcelo Maluf) FTD;

  • “A fada que tinha ideias” (Fernanda Lopes de Almeida) ÁTICA;

  • “O Bordado Encantado” (Edmir Perroti ) PAULINAS;

  • “O Olho de vidro de meu avô” (Bartolomeu Campos de Queirós) MODERNA.

CULMINÂNCIA DO PROJETO

No próximo sábado, 5 de outubro, a obra em foco será “O Olho de Vidro de Meu Avô” de Bartolomeu Campos de Queirós, artista muito engajado com a proposta de formar leitores. “Estes momentos de culminância são importantíssimos para o leitor refletir sobre a teoria já assimilada com também protagonizar inferências leitoras, explicitando intertextualidades e inferências leitoras, possibilidades que só o texto literário oportuniza”.

“Agradecemos a presença de nossos convidados professor Mestre Val Fontoura do curso de pedagogia da UFMS e à Professora Mestre e Especialista Anízia Nunes Luz da Rede Municipal de Educação de Três Lagoas, por terem atendido, prontamente, ao nosso convite para incorporarem o papel de mediadores e pilotos da importante missão de fazer decolar o plano de voo do grupo: “Por Onde Andas Leitor?”, destacaram as coordenadoras.

APRESENTAÇÃO

No mês de novembro, o grupo apresentará o pequeno espetáculo “A menina e o Vestido de Sonhos”, de Alexandre Rampazo. O CEI Nossa Senhora Aparecida e a Escola Flausina de Assunção Marinho foram os locais contemplados por meio de sorteio.

FUTURO

O grupo intenciona também um “caráter itinerante,” uma vez que pretende formar “mediadores leitores” às escolas municipais e bibliotecas públicas, bem como apresentar pequenos espetáculos às crianças da Rede Municipal, contemplando-as com contações de histórias e Promoções da Literatura Infanto-Juvenil para as comunidades escolares. “Logo, a formação também investe num perfil facilitador de ideias e metodologias, como buscar teorias e práticas em textos contemporâneos das áreas de Pedagogia e Letras”.

O grupo firmou sua continuidade e participação para o ano de 2014, como também selou compromisso de trazer outros participantes com o mesmo perfil: pessoas comprometidas com a formação do “SER”, apaixonadas pela estética literária e pela tarefa incondicional de “fisgar” a infância leitora, acolher o pequeno leitor, visto em sua plena potencialidade de se tornar também um futuro semeador de metáforas, sonhos, esperança e virtudes, sobretudo, humanas, conteúdo primordial abordado pela literatura.

O grupo contou com o apoio do Secretário de Educação Mário Grespan e da Assesssora Educacional e Pedagógica Jussara Fernandes, facilitadores e parceiros do Projeto e principais responsáveis por ter chegado às mãos de professores, atendentes, bibliotecários.

(*) Com informações de Assecom Prefeitura de Três Lagoas

Comentários