05/03/2012 16h35 – Atualizado em 05/03/2012 16h35

Prominp oferece 708 vagas em Três Lagoas, para cursos gratuitos no setor de Petróleo e Gás

Assessoria de Comunicação

Começam nesta quarta-feira, dia 7 de março, as inscrições para o processo de seleção pública que o Prominp (Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural) vai realizar com o objetivo de atender a demanda futura por mão de obra da indústria nacional de petróleo e gás.

Serão oferecidas 11.671 vagas em 14 estados, para cursos gratuitos em categorias profissionais de níveis básico, médio, técnico e superior. Somente em Mato Grosso do Sul serão 708 vagas, oferecidas na cidade de Três Lagoas (MS), para os cargos de caldeireiro, lixador, maçariqueiro, mecânico, soldador, eletricista, assistente de logística, dentre outros.

Os demais estados incluídos no 6º ciclo de seleção pública do Prominp, com o respectivo número de vagas, são: Amazonas (562), Bahia (920), Ceará (212), Espírito Santo (387), Maranhão (130), Minas Gerais (180), Pernambuco (384), Rio de Janeiro (4.602), Rio Grande do Norte (485), Rio Grande do Sul (1.192), Santa Catarina (524), Sergipe (364) e São Paulo (1.021).

O edital, que será publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, estende até 12 de abril o prazo para inscrição dos candidatos. Para os cursos de nível básico, a inscrição custará R$ 25,00. Nos níveis médio e técnico, R$ 42,00. Para as categorias de nível superior, o valor será de R$ 63,00.

Para concorrer a uma das vagas oferecidas, o candidato deve ter idade igual ou superior a 18 anos, além de preencher os pré-requisitos do curso desejado. As inscrições podem ser feitas no site do Prominp (http://www.prominp.com.br), ou nos postos de inscrição credenciados, listados no edital. O processo será executado pela Fundação Cesgranrio.

Existe a possibilidade de isenção da taxa de inscrição para candidatos portadores do Número de Identificação Social – NIS que declararem não possuir recursos financeiros para pagamento do valor. Para fazer jus à isenção da taxa de inscrição, os candidatos devem atender às condições listadas no edital e encaminhar a solicitação, até 18 de março, pelo site do Prominp.

As 11.671 vagas estão assim distribuídas: 7.335 para cursos gratuitos de nível básico; 3.706 para os de nível médio e técnico; e 630 para as categorias de nível superior. Em categorias específicas dos níveis médio e superior, há oferta de vagas para pessoas com deficiência (63).

Os candidatos aprovados que estiverem desempregados durante o curso receberão uma bolsa-auxílio mensal no valor de R$ 300,00 (cursos de nível básico), R$ 600,00 (níveis médio e técnico) e R$ 900,00 (nível superior).

A participação nos cursos não garante emprego aos alunos. Esta ação faz parte do Plano Nacional de Qualificação Profissional (PNQP) do Prominp que tem como objetivo melhorar a qualificação dos profissionais que serão aproveitados pelas empresas fornecedoras de bens e serviços do setor de petróleo e gás natural. Até o momento foram realizados cinco ciclos de qualificação com mais de 80 mil pessoas qualificadas.

Todas as informações sobre os cursos oferecidos nesta etapa de seleção podem ser obtidas no edital, que estará disponível para consulta e download nos sites do Prominp (http://www.prominp.com.br) e da Cesgranrio (http://www.cesgranrio.org.br).

Cronograma estabelecido no edital:

  • 6/3 – Publicação do Edital
  • 7/3 a 12/4 – Inscrições
  • 7/3 a 18/3 – Inscrição de isentos
  • 13/5 – Provas
  • 14 e 15/5 – Prazo para recurso
  • 6/6 – Divulgação dos resultados

Resultados do PNQP (Programa Nacional de Qualificação Profissional) do Prominp (fev 2012)

  • Alunos qualificados: 80.463 pessoas
  • Investimento realizado: R$ 218,5 milhões
  • Distribuição geográfica: 17 estados (34 cidades)
  • Entidades de ensino: 77
  • Distribuição por nível de escolaridade: Básico (57.579); Médio/Técnico (16.931); Superior (5.953)
  • Empregabilidade formal: Antes do curso (32,8%) – Após o curso (67,1%)

Previsão até 2015:

  • Necessidade de qualificação adicional: 212.600 pessoas
  • Investimentos adicionais: R$ 564 milhões

Comentários