18/09/2017 15h49

O programa será executado em etapas e dentro da ata de licitação do Exército Brasileiro

Redação

Até o ano de 2020 a Rede Municipal de Ensino (REME) de Três Lagoas passará por diversas melhorias na infraestrutura dos prédios que abrigam as escolas e os Centros de Educação Infantil (CEIs), graças ao Programa de Reestruturação e Ampliação das Unidades Educacionais da Rede Municipal de Ensino (PROREME) lançado pela Prefeitura de Três Lagoas nesta segunda-feira (18) na Escola Municipal Gentil Rodrigues Montalvão.

O PROREME visa melhorar a estrutura física das unidades educacionais da REME visando dar melhor condições de aprendizado aos alunos e condições de trabalho aos profissionais da educação. Além disso, busca aumentar o número de vagas das Unidades Educacionais nas regiões com maior demanda manifesta, ampliando sua capacidade de acesso e permanência dos alunos, sendo que todo o trabalho será realizado por meio da adesão da ata do Exército Brasileiro, algo que garante a execução com qualidade e atendendo os prazos necessários.

Destaque no evento de lançamento, que contou com representantes de sindicatos, conselhos, forças de seguranças, diretores, alunos, população e autoridades municipais, o Programa foi pautado em pesquisas que confirmam que a infraestrutura e o modo como está organizada a escola interferem na qualidade da educação, na motivação e na permanência do aluno na escola.

Em sua fala, a secretária municipal de Educação e Cultura, Maria Célia Medeiros, ressaltou que a Administração está procurando fazer o melhor. “Isso não é um presente, isso é responsabilidade financeira e obrigação do ente público, pois, assim como sempre fala o prefeito Angelo Guerreiro, investir e cuidar da educação não são custos, é um investimento para o futuro”, comenta.

Já o prefeito Angelo Guerreiro ressalta que graças às economias e contenções de despesas feitas pela administração nesses nove meses de gestão é que foi possível lançar esse Programa. “Essas economias mostram a nossa responsabilidade financeira, além disso, o investimento não é apenas na educação, estamos empenhados em diversas obras de infraestrutura, melhorando o atendimento em saúde e ampliando os investimentos em segurança. Graças ao método que adotamos para a execução dessas obras, acredito que antes mesmo de 2020 consigamos terminar o cronograma e, quem sabe, ampliar o número de unidades atendidas”, ressalta.

O diretor da unidade, Adriano Dias da Silva, que no ato representou todos os diretores e funcionários da REME, resumiu o seu discurso ao sentimento de gratidão. “Quando ficamos sabendo que a nossa escola era uma das contempladas na primeira etapa do PROREME ficamos sem acreditar, pois no passado foi prometida a ampliação do número de salas, porém recebemos apenas a nova cozinha. Por isso, tenho muito a agradecer a Prefeitura de Três Lagoas”, comenta.

ESCOLAS ATENDIDAS

No total serão 17 escolas e 17 CEIs que serão contemplados em quatro etapas do PROREME. Sendo que, de 100% das escolas abrangidas pelo programa, 11 (65% das 17) estão em estado crítico ou de alerta e seis (35% das 17) em estado aceitável, de acordo com o levantamento feito pela SEMEC. Já em relação ao CEIs, o mesmo levantamento aponta que nove (53% dos 17) estão em estado crítico ou de alerta e oito (47% dos 17) em estado aceitável.

“Estar em estado aceitável não quer dizer que estão em boas condições e, sim, que estão em melhores do que as outras unidades, porém, ainda assim, precisam de reparos, mesmo que sejam bem mais simples e menos custosos do que o das outras unidades educacionais”, ressalta a diretora Pedagógica e Educacional da SEMEC, Ângela Brito.

ETAPAS

Na primeira etapa do PROREME, que começa ainda nesse ano de 2017, abrange um total de três escolas e quatro CEIs, sendo essas: E.M. Gentil Rodrigues Montalvão, E.M. Senador Ramez Tebet, E.M. General Nelson Custódio, CEI Nossa Senhora Aparecida, – CEI Olga Sallatti, CEI Lilian Márcia e CEI Nilsa Tebet.

A segunda etapa abrangerá três escolas e três CEIs; já a terceira fará reparos em quatro escolas e quatro CEIs e a quarta e última etapa atende um total de sete escolas e sete CEIs. “Essa última atende mais unidades, pois são as que necessitam de menores reparos, algo que é menos custoso e, com isso, não foge do orçamento previsto. Vale ressaltar que não estamos dando preferência para um ou outra e, sim, visualizando as condições de cada unidade e qual a urgência dessas reformas e ampliações”, destaca Ângela.

VAGAS

No que tange a Educação Infantil, as ampliações previstas pelo PROREME e a conclusão de dois CEIs abrirão 1.020 novas vagas até 2021, o que representa 60% da demanda manifesta. Já em relação ao Ensino Fundamental (1º ao 5º ano), serão 600 novas vagas até 2020, o que representa 100% da demanda atendida.

Além disso, o PROREME agrega o Projeto de Avanço nos Estudos (PAE); Projeto de Nivelamento da Aprendizagem (PRONAE); Programa Nacional para Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), Programa de Avaliação dos Estudantes da REME (PROARE), Projeto de Alfabetização de Jovens e Adultos (PROEJA), Projeto de Incentivo a Leitura (PROLEI) e Projeto Tempo de Brincar.

PRESENÇAS

O evento também contou com a presença do vice-prefeito de Três Lagoas, Paulo Salomão; presidente da Câmara de Vereadores, André Bitencourt; vereador sargento Rodrigues; vereador Luiz Akira; assessores do vereador Marcos Bazé e Professor Flodoaldo; chefe do gabinete municipal, José Moraes; secretário municipal da SEINTRA, Dirceu Deguti; secretário da SEMEA, Celso Yamaguti; secretária da SAS, Vera Helena Arsioli; secretário da SEDECT; Antônio Empke Junior; secretária da SMS, Angelina Zuque; secretário da SEFIRC, Cassiano Maia; 2ª tenente Santos, representando a 3ª AAA do Exército; Luiz Fausto, presidente da APAE; Djair José Martinez, representando o presidente do Sindivarejo; Eurides Silveira de Freitas, presidente do Conselho Comunitário de Segurança; 3ª sargento da PMA, Cicera Gonçalves; Bombeiro Militar Major Gonçalves, representando o 5ª GCB; José Sales, diretor do Presídio Semiaberto de Três Lagoas e Modesto, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais.

(*) Assessoria de Comunicação

O evento contou com representantes de sindicatos, conselhos, forças de seguranças, diretores, alunos, população e autoridades municipais (Foto/Assessoria)

Comentários