24.3 C
Três Lagoas
quinta-feira, 27 de janeiro, 2022

PROTESTO VIOLENTO

24/03/2011 21h04 – Atualizado em 24/03/2011 21h04

Operários que trabalham na construção da usina São Domingos promoveram um violento protesto

A manifestação foi tão violenta que o comando da Policia Militar teve que deslocar vários policiais para o local

Caldeirão do Bolsão – Ricardo Ojeda

PROTESTO VIOLENTO

Operários que trabalham na construção da usina São Domingos promoveram um violento protesto na quinta-feira, queimando os alojamentos e os veículos da empresa.

FORÇA POLICIAL

A manifestação foi tão violenta que o comando da Policia Militar teve que deslocar vários policiais para o local, distante 70 quilômetros de Água Clara. Unidades, como pelotão de choque e a Rotai de Três Lagoas e Cicgoe conseguiram controlar a manifestação.

MOTIVO

Os manifestantes alegaram não estar recebendo salários, além de retenção de documentos deles. Depois de controlada a movimentação, os manifestantes foram levados para Ribas do Rio Pardo, Água Clara e Três Lagoas.

ALOJAMENTO PROVISÓRIO

A prefeitura de Ribas do Rio Pardo disponibilizou o ginásio de esportes do município para alojar provisoriamente os operários. Vários ônibus foram mobilizados para transportar os manifestantes.

SOBRE CONTROLE

Segundo informou o comando da PM, os militares tiveram que usar material químico para controlar os manifestantes mais agitados. Alguns deles foram detidos e serão encaminhados à delegacia para providências cabíveis.

SUPORTE

Viaturas da Rotai e do Cicgoe vão permanecer em Água Clara e Ribas do Rio Pardo para dar suporte na segurança enquanto os operários ficarem nessas cidades. Cerca de 40 policiais participaram da operação.

PREÇO DO PROGRESSO

Agitação, protestos, violência, entre outros ocorrências são alguns dos acontecimentos que vem atrelado ao progresso de uma região. Situações como essa não será difícil acontecer em Três Lagoas, quando todos os empreendimentos, Petrobras, Eldorado e Sitrel estiverem com o contingente completo no canteiro de obra. Quem viver, verá…

SUCESSOR

Comentários dão conta que o nome escolhido pelo prefeito de Bataguassu para sucedê-lo é do médico, José Sebastião de Andrade Junior. Dr, Júnior como é conhecido é o atual secretario de Saúde do município.

TRIBUNA DO LEITOR

A leitora Leonice Freitas enviou o seguinte comentário ao Caldeirão: Meu amigo Ojeda sou leitora do Perfil News há muito tempo um grande abraço. Graças a Deus, até que enfim. Já tivemos tantos deputados e nem um teve essa bondade, nosso povo já sofreu muito. Obrigado Deputado Eduardo

MUDANÇA DE COMARCA

O comentário em questão é sobre a proposta do deputado para mudança da comarca do município de Santa Rita do Pardo de Brasilândia para Bataguassu. Pois bem, o Tribunal de Justiça acatou a proposta de Eduardo Rocha.

MUDANÇA REPRESENTATIVA

Segundo comentou o deputado, a indicação representa muito para a população de Santa Rita do Pardo. “Atualmente, o município pertence à Comarca de Brasilândia, sendo que a distância entre as cidades é de 130 quilômetros, o que dificulta o acesso à prestação jurisdicional àqueles que necessitam”, explicou.

DISTÂNCIA

Com a mudança para Bataguassu, a distância será de 60 quilômetros. A Comarca de Brasilândia dispõe de um juiz de Direito e um promotor de Justiça. Já a Comarca de Bataguassu possui dois juízes, dois promotores e dois defensores públicos.

HONRANDO OS VOTOS

Por ser deputado de primeiro mandato, Eduardo Rocha foi muito feliz ao apresentar a indicação. Ele mostra que o voto que recebeu em Santa Rita do Pardo está sendo muito bem representado na Assembleia Legislativa. Rocha foi o deputado estadual mais bem votado naquele município.

JOGO DURO 1

O governador André Puccinelli (PMDB) avisou que poderá entrar na Justiça para forçar a Petrobras a corrigir os valores do ICMS pagos ao estado pela estatal.

JOGO DURO 2

Puccinelli refere-se ao gás importado da Bolívia e que cruza o território sul-mato-grossense, auxiliando para alavancar a economia de um amontoado de outros estados brasileiros.

DÍVIDA MILIONÁRIA

A dívida da Petrobras com MS chegaria a R$ 70 milhões, mas Puccinelli propõe que o valor seja reduzido para R$ 23 milhões, para que o impasse chegue ao fim o mais rápido possível.

DÉBITOS NEGOCIADOS

O governador se reuniu ontem no Rio de Janeiro com diretores da estatal, para negociar os débitos.

INTERPELAÇÃO NA JUSTIÇA

No entanto, ao retornar ao Estado, ontem à noite, Puccinelli frisou que, se a empresa não pagar a dívida desta vez, irá interpelá-la na justiça.

FÁBRICA PARADA

A unidade do Frigorífico Mataboi de Três Lagoas suspendeu as atividades, alegando dificuldade para pagar os fornecedores de gado e incapacidade de saldar suas dívidas, que teriam aumentado muito nos últimos meses.

DEMISSÕES EM MASSA

No município, a unidade do Mataboi empregava cerca de 500 trabalhadores.

OUTRAS FÁBRICAS

Além de Três Lagoas, outros três abatedouros da empresa paralisaram as atividades. Ficam localizados em Araguari, Minas Gerais; Rondonópolis, Mato Grosso; e Santa Fé, Goiás.

CULTURA VALORIZADA

O Departamento de Cultura de Três Lagoas vai lançar, em abril, oficialmente, um site que servirá para, além de elencar os projetos tocados pela pasta, aproximar o órgão da população e do meio artístico do município.

NOVA FERRAMENTA

O site também servirá como ferramenta para dinamizar a relação com a comunidade e agilizar a realização de atividades do setor.

ANÚNCIO OFICIAL

O lançamento do site foi anunciado ontem à tarde pela diretora do Departamento de Cultura da cidade, Vickie Vituri Garcia de Souza.

VISITA À REDAÇÃO

Acompanhada da coordenadora de projetos de música e culturas populares da pasta, Cidinha Mariano, a diretora visitou na tarde desta quinta-feira o Grupo Perfil News.

FILOFANDO

“Se a montanha vem até ti, foge. Trata-se de um desmoronamento.”
(Dito popular)

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.