17/04/2018 15h02

Quatro Escolas Municipais da REME de Três Lagoas participam do Projeto “Jogos e Brincadeiras Matemáticas”

Projeto desenvolvido em parceria com alunos graduandos de matemática da UFMS é voltado para todos os alunos e professores de matemática do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental II

Redação

O Núcleo Fundamental II, da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC) de Três Lagoas, em parceria com os alunos graduandos de matemática da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), desenvolverão em quatro escolas da Rede Municipal de Ensino (REME) o Projeto “Jogos e Brincadeiras Matemáticas”.

Segundo o coordenador técnico de matemática e Ensino Fundamental II, Fábio Santana da Silva, o projeto é voltado para todos os alunos e professores de matemática do 6º ao 9º ano, de 12 a 16 anos de idade, do Ensino Fundamental II, das Escolas Municipais “Maria Eulália Vieira”, Parque São Carlos, “Joaquim Marques” e “Antônio Camargo”.

Fábio explica que “os Jogos tem como objetivo auxiliar os alunos na aprendizagem, direcionando-os de forma lúdica para compreenderem melhor a matéria e terem um aprendizado diferente, não somente no teórico, mas na parte prática também”, explicou.

Para a coordenadora da escola Parque São Carlos, Vanessa Cristina Cavassa da Silva Viana, “o projeto é interessante, pois auxilia o professor a trabalhar na prática com outras ferramentas em sala de aula para atrair e prender a atenção dos alunos, principalmente em tempos em que a tecnologia está tão presente na vida das crianças”, salientou.

PROJETO

Durante todo este mês de abril os alunos da UFMS apresentarão às crianças e professores das quatro Unidades Escolares o projeto. Segundo um dos três Professores da UFMS participantes do projeto, Dr. Fernando Pereira de Souza, os alunos envolvidos participam do Programa de Educação Tutorial (PET) com bolsa para desenvolverem atividades extracurriculares. Para Fernando “a ação é importante para os graduandos, pois muitos se tornarão professores e é essencial eles já se habituarem ao ambiente de trabalho, tendo esse contato direto com as crianças, pontuou.

Fábio explica que “a partir desta primeira apresentação, com jogos criados pelos alunos do PET com a orientação e supervisão de seus professores, é que os alunos e professores das Unidades terão a liberdade para criarem juntos seus próprios jogos com temas abordados em sala de aula, sempre seguindo as regras do projeto”, explicou o coordenador técnico.

Em julho a equipe se reunirá novamente com os alunos e professores de cada Unidade escolhida para desenvolverem o projeto para uma Culminância, que resultará na apresentação de todos os jogos criados neste período. “Serão quatro meses de efetivação deste projeto em que cada Unidade apresentará à sua escola o resultado deste trabalho em equipe”, esclareceu Fábio.

Ainda de acordo com o coordenador técnico, os professores de cada Unidade escolherão 10 jogos de cada turma para que os mesmos ilustrem um livro que contará com aproximadamente 40 jogos que servirão para posteriores consultas. “Esse livro ficará nas Unidades participantes como arquivo de uso pedagógico para ajudar o professor a ter modelos de jogos de outras Unidades que poderão ser desenvolvidos com os alunos em sala de aula de acordo com o seu conteúdo”, concluiu o coordenador.

(*) Assessoria de Comunicação

Em julho a equipe se reunirá novamente com os alunos e professores de cada Unidade escolhida para desenvolverem o projeto para uma Culminância (Foto/Assessoria)

Comentários