27/02/2012 16h19 – Atualizado em 27/02/2012 16h19

Para realização do estudo, foram levados em conta critérios como a quilometragem anual percorrida e custos de operação

Campo Grande News

Viajar de ônibus entre municípios de Mato Grosso do Sul ficará mais caro. Estudo realizado pela Agepan (Agência de Regulação dos Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul) sugere reajuste nas tarifas que variam de 3,68% a 12,24%, de acordo com o tipo de linha.

Os índices foram apresentados, nesta segunda-feira (27), durante audiência pública sobre revisão tarifária do transporte rodoviário de passageiros, promovida pela Agepan.

Por enquanto, o reajuste está no âmbito da discussão, que terá resultado final nos próximos 30 dias.

Segundo a Agepan, as tarifas nas linhas dos sistemas regional e regional TCU (ligações de até 350 km) poderão subir 3,68% e 12,24%, respectivamente. No sistema estrutural (linhas que percorrem mais de 350 km), aumento previsto de 5,74%, e no local (até 20 km), 8% (de R$ 2,50 para R$ 2,70).

Para a realização do estudo da revisão, foram levados em conta vários critérios, dentre eles a quilometragem anual percorrida pelos ônibus e custos de operação (combustíveis, pneus, peças e acessórios, encargos sociais, entre outros).

O diretor-presidente da Agepan, Roberto Hashioka, destacou que o estudo minucioso é necessário para a realização da audiência, já que a preocupação é a universalização do acesso ao transporte rodoviário de passageiros no estado.

“Novidade deste estudo é a busca do que realmente está se gastando, dimensões da frota e o cálculo dos quilômetros percorridos”.

Apesar de a audiência ter sido aberta a toda sociedade, cerca de 40 pessoas apenas participaram do evento. Entre elas, representantes das empresas de ônibus e dos trabalhadores.

Os detalhes do estudo da revisão tarifária podem ser acessados no site da Agepan

Comentários