07/05/2015 09h48 – Atualizado em 07/05/2015 09h48

Após nova proposta apresentada pela prefeitura enfermeiros de Três Lagoas descruzam os braços e voltam ao trabalho, após assembleia para discutir acordo

Assessoria

A Prefeita Márcia Moura esteve reunida na quarta-feira, 6, com a diretoria do Setasp – Sindicato dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Três Lagoas, a fim de apresentar uma contraproposta e encerrar a greve que se alastra na UPA e no SAMU de Três Lagoas.

Dentro da nova proposta está um reajuste salarial de 6% e a possibilidade de acatar a carga horária de 30 horas semanal solicitada pelo sindicato. “É claro que um reajuste no ordenado do trabalhador é importante, mas a implantação das 30 horas por semana seria uma conquista enorme”, explica o presidente do sindicato, João Carvalho.

Ainda de acordo com o sindicalista o projeto da redução de carga horária beneficia a classe em vários pontos, “podemos citar que essa medida, se implantada, aumentará a qualidade de vida dos enfermeiros, além de abrir mais postos de trabalho para a categoria”.

Diante da nova proposta a categoria voltou a trabalhar normalmente e decidirá os novos termos na assembleia geral que ocorre hoje (7) às 18 horas na sede do sindicato que fica localizado na rua Bruno Garcia, 357 – sala 3.

NOTA À IMPRENSA

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde comunica que a greve realizada pelos enfermeiros da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram encerradas. Dessa maneira, as equipes retornam aos trabalhos normais atendendo a população.

Nesta quinta-feira (07) haverá uma assembleia, que contará com a presença do presidente do Sindicato dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares do Serviço Público (Setasp), João Carvalho, a diretoria e os enfermeiros, que discutirá a contraproposta salarial apresentada pela prefeita Marcia Moura (PMDB).

Comentários