05/09/2019 15h14

Obras já alcançam o distrito de Garcias e devem terminar até o ano que vem

Gisele Berto

A novela chegou ao fim, e com final feliz. Depois de anos de espera, muitas mortes e muito vai-vem com políticos de todas as esferas prometendo a recuperação da BR-262, finalmente a rodovia deve deixar de fazer jus ao apelido de Rodovia da Morte.

As obras, anunciadas com pompa e circunstância em agosto de 2018, ficaram paralisadas por meses para, por fim, voltarem com força total.

De abril até agora, a estrada foi completamente refeita do km 15 (região do Papillon) até o km 74, cerca de 7km além do distrito de Garcias.

Segundo o Supervisor do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit) de Três Lagoas, Milton Rocha Marinho, a parte mais complicada já foi feita. “Em extensão ainda não chegamos à metade da obra, mas a parte mais difícil já passou. Agora a obra vai andar mais rápido”, afirmou ao Perfil News.

O QUE VEM PELA FRENTE

As obras vão até o km 191,2, encontrando com um asfalto recém-feito, transformando a rodovia toda em um “tapete”. Além do asfalto, há trechos em que será feito acostamento e, nas áreas urbanas, projetos específicos.

Por exemplo, em Três Lagoas, logo depois da rotatória da CESP, além da recuperação do asfalto serão feitas melhorias na entrada do Parque Industrial, serão construídas duas rotatórias e um novo retorno para a Vila Piloto, que não vai mais contar com o cruzamento na pista.

A Ranulpho Marques Leal também será recuperada e, segundo informações da Prefeitura, receberá iluminação de LED.

As obras de recuperação da BR-262 devem terminar no ano que vem.


Vista aérea da recuperação da BR-262. Reprodução TV Perfil News

Tchau, buracos: ninguém sentirá saudades! Trecho da BR-262 e Água Clara está sendo recuperado; as obras devem terminar no ano que vem. Foto: Ricardo Ojeda


Comentários