21/01/2013 07h43 – Atualizado em 21/01/2013 07h43

HRMS recebe certificado do Ministério da Saúde e se torna referência no atendimento materno infantil Método Canguru

Da Redação

A partir de 2013 o Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS) passa a ser referência estadual no atendimento Método Canguru após avaliação e credenciamento pelo Ministério da Saúde. Dessa forma o Hospital passa a ser o único na rede pública de saúde do Estado a possuir este tipo de atendimento em suas unidades destinadas aos setores de assistência materno infantil.

Ao todo, serão oito leitos credenciados no Hospital Regional com o objetivo de proporcionar um atendimento mais humanizado para os recém-nascidos prematuros ou com baixo peso. Para a médica e coordenadora da Linha de Assistência Materno Infantil do HRMS, Helenita Maria de Oliveira Liberato, o credenciamento dos leitos pelo Ministério da Saúde fortalecerá ainda mais o atendimento materno infantil, além de aumentar o vínculo entre mãe e filho.

“Com a certificação do Ministério da Saúde, o Hospital Regional de Mato Grosso do Sul a passa a fortalecer a assistência materno infantil, em especial para os recém nascidos prematuros e de baixo peso. O Método Canguru é uma estratégia que tem como objetivo reduzir o tempo de separação mãe e filho, estimular o aleitamento materno, permitindo maior freqüência e aumento de vínculo, controle térmico e estímulo sensorial do recém nascido. É um trabalho com equipes multi-profissionais da saúde através de uma terapia que promove o envolvimento mais precoce possível da mãe nos cuidados com o bebê”, diz a coordenadora.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, a expansão e fortalecimento do Método Canguru em maternidades brasileiras contribuíram para a consolidação de fundamentos básicos como o acolhimento do bebê e sua família, respeito às individualidades, promoção do contato pele a pele e o envolvimento da mãe nos cuidados ao recém nascido.

Nos últimos 12 anos, o Brasil registrou uma redução no número de óbitos em crianças menores de um ano, passando de 29,7 em 2000 para 15,6 em 2012, apresentando melhoria na qualidade da assistência materno infantil. Atualmente o Brasil conta cinco Centros Nacionais para o Método Canguru e com 27 maternidades, nas 27 Unidades Federativas, indicadas pelas Secretarias estaduais de Saúde, como Centros de Referência estadual, em processo de avaliação pelo Ministério da Saúde.

(*) Com informações de Notícias MS

Serão oito leitos credenciados no Hospital Regional (Foto: Divulgação)

Comentários