11/06/2015 08h55 – Atualizado em 11/06/2015 08h55

A ampliação da Cargill em Três Lagoas prevê investimentos de R$ 240 milhões em quatro projetos integrados

Da Redação

O governador Reinaldo Azambuja participou na tarde de quarta-feira (10), ao lado do secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, da audiência de entrega da licença para expansão da unidade da Cargill no município de Três Lagoas. Essa autorização foi entregue aos representantes da empresa após a apresentação de um estudo de impacto ambiental que continha os projetos de expansão da fábrica.

A ampliação da Cargill em Três Lagoas prevê investimentos de R$ 240 milhões em quatro projetos integrados, que aumentarão a capacidade de processamento de grãos, construção de refinaria de glicerina e ampliação dos modais ferroviário e hidroviário.

Para a obra, a previsão é que sejam contratados 500 trabalhadores, e após a sua conclusão, mais 25 funcionários serão contratados para trabalhar na empresa. Essa expansão proporcionará ainda o aumento da capacidade de processamento de soja de 2,1 toneladas/dia para 3,2 toneladas/dia. Segundo informações da própria Cargill, haverá ainda o aumento da produção de farelo e óleo para a produção de biodiesel.

Atualmente a Cargill está operando com cerca de 80% de sua capacidade total, e a Cargill explica que na fabricação do biodiesel também é obtido a glicerina, que segundo ela, com a construção dessa refinaria, haverá a garantia de produção de glicerina com 99% de pureza, que serão utilizadas nas indústrias de cosméticos, alimentos e bebidas.

A produção feita pela empresa hoje em Três Lagoas é considerada estável, e conta com 300 funcionários que fazem os processamentos de soja, produção de óleo vegetal degomado, farelo de soja e biodiesel.

(*) Notícias MS

Governador Reinaldo Azambuja durante a reunião na tarde de quinta-feira. (Foto: Assessoria)

Comentários