11/03/2016 18h32 – Atualizado em 11/03/2016 18h32

O reajuste salarial dos servidores públicos será pauta de reunião entre Governo Estadual e lideranças das categorias, no próximo dia 31.

da Redação

O reajuste salarial dos servidores públicos será pauta de reunião entre Governo Estadual e lideranças das categorias, no próximo dia 31. A data foi apresentada pelo secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, durante o Fórum Dialoga, realizado na manhã desta sexta-feira (11), no Parque dos Poderes.

O Fórum Dialoga é um instrumento construído pelo Executivo Estadual com objetivo de facilitar a interlocução com as entidades de classe representativas dos servidores estaduais. O Fórum reúne 40 entidades em seu terceiro encontro teve, também, a participação da vice-governadora, Rose Modesto, e do secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis (Sad).

Diante da reivindicação das lideranças do funcionalismo para começar a tratar imediatamente do reajuste salarial, considerando a data base em maio, os secretários de Estado propuseram uma reunião no final do mês, tendo como pauta a reposição das diferentes categorias. “Precisamos renegociar a dívida do Estado, de R$ 1,4 bilhão com a União, a qual nos tira a possibilidade de reajuste e de administração. E se estourarmos a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), acaba a possibilidade de renegociação com o Governo Federal, o que inviabiliza reajustes. Não podemos enxergar o reajuste isolado do contexto do Estado”, explicou Riedel.

O secretário fez uma apresentação da conjuntura econômica sul-mato-grossense, demonstrando que em dezembro passado, a dívida consolidada chegou a R$ 9,01 bilhões, enquanto que a receita atingiu R$ 8,32 bilhões. “Nosso índice de crescimento econômico que era de dois dígitos antes das eleições mudou, hoje a realidade é outra”, lamentou o secretário. “Estamos construindo uma relação séria de responsabilidade e transparência”, destacou a vice-governadora.

No Fórum, foi apresentado às lideranças o resultado do levantamento de demandas das entidades, acordado na última reunião do ano passado. O secretário Assis enfatizou que a gestão estadual não pensa somente no reajuste, mas planeja uma reestruturação de carreira que dê segurança às categorias e permaneça, independente da troca de gestão. “Ouvimos todas as representações de carreira do funcionalismo e mapeamos o que elas desejam. Esse governo nunca se furtou ao diálogo”, afirmou, listando secretários e assessores que estão na linha de frente para atender as reivindicações dos servidores.

(*) Notícias – MS

A data foi apresentada pelo secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, durante o Fórum Dialoga, realizado na manhã desta sexta-feira (11), no Parque dos Poderes. (Foto: Divulgação)

Comentários