Restauração está sendo realizada com verbas do acordo com a CESP

Está em fase final de acabamento o trabalho de restauração da Locomotiva a vapor (Maria Fumaça), que ficou durante 40 anos abandonada no pátio da NOB.

A restauração foi possível devido a Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) celebrado entre Três Lagoas e o Ministério Público do Estado, em maio de 2019, e usou parte dos recursos financeiros oriundos do acordo firmado entre o MPMS, Três Lagoas e a Companhia Energética de São Paulo (CESP).

A Maria Fumaça está sendo restaurada no próprio pátio da NOB. Durante os 40 anos em que ficou parada ela teve várias peças furtadas e foi vandalizada. Os trabalhos de restauração estão sendo executados pela Bergamo Construtora com o auxílio de José Jorge Godoi, especialista em restauro de máquinas a vapor.

Obrigações

O TAC vem sendo fiscalizado semestralmente pelo Promotor de Justiça da comarca Antonio Carlos Garcia de Oliveira e pelo Prefeito de Três Lagoas, Angelo Guerreiro. São realizadas reuniões para a avaliação e o acompanhamento dos investimentos, e na oportunidade, são sugeridas substituições, supressões ou acréscimos de obras, aquisição de equipamentos ou contratação de serviços que venham melhor atender ao interesse público.

Ficou acordado que o Município deveria implementar medidas na área de infraestrutura urbana, tais como, restauração, revitalização e/ou pavimentação das vias urbanas públicas, drenagem, reforma e revitalização das áreas verdes, notadamente as praças, bem como realizar investimentos em iluminação pública, restauração asfáltica de diversas vias dos bairros e de rotatórias. Além disso, deverá efetuar repasse de recurso para instituições, objetivando dar andamento a projetos e reformas, bem como restaurar o prédio do Consulado Português e adquirir motos para a Polícia Militar, entre outros. Algumas medidas já foram realizadas e outras estão em andamento.

Entre as cláusulas acordadas está ainda a recuperação do prédio das antigas oficinas de Pontes e Carpintaria do espólio da antiga estrada de Ferro Noroeste do Brasil, que compõem o acervo e bens cedidos ao Município pelo Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT).

Comentários