18/07/2019 16h06

Encontro, que começou na manhã de hoje e terminou há pouco, buscava definir o destino da planta de fertilizantes; previsão da retomada das obras é para o início de 2020

Gisele Berto

Um encontro que durou mais de sete horas começou a delinear a retomada das obras da UFN3 em Três Lagoas.

Participaram da reunião, realizada hoje, 18, na Governadoria, em Campo Grande, os Secretários de Estado da Fazenda, Felipe Mattos de Lima Ribeiro, e do Desenvolvimento, Jaime Verruck, representantes da Petrobrás, uma comitiva de russos da Acron, principal interessada na compra da planta de fertilizantes e, pela prefeitura de Três Lagoas, o prefeito Angelo Guerreiro, o Secretário de Governo Daynler Leonel, e o assessor jurídico, Dr. Luiz Henrique Gusmão.

O encontro teve como objetivo definir a retomada das obras da UFN3 o mais breve possível. Apesar de já ter sido anunciado, inclusive, que a Bolívia terá sociedade com os russos na nova planta de fertilizantes, a venda da UFN3 para a Acron ainda não está definida. Ainda faltam ser definidas questões fiscais.

“Mas os russos querem comprar, a Petrobrás quer vender, a Prefeitura e o Governo querem definir isso logo. Todo mundo está na mesma sintonia”, afirmou ao Perfil News uma fonte, que preferiu não se identificar.

Assim que o negócio entre os russos e a Petrobrás for fechado, a prefeitura terá de enviar um novo Projeto de Lei à Câmara para “renovar” os prazos da construção.

Encontro aconteceu na Governadoria. Foto: Divulgação

Encontro reuniu representantes da Prefeitura de Três Lagoas, do Governo do Estado, da Petrobrás e da russa Acron. Foto: Divulgação

Comentários