27/06/2017 07h25

A cúpula tucana aposta em um revés político mesmo diante de um cenário turbulento e assegura que as acusações contra Reinaldo Azambuja (PSDB), feitas pelo empresário Wesley Batista, do Grupo JBS, não refletiram negativamente no interior de Mato Grosso do Sul, por onde o governador tem cumprido agenda pública nos últimos dias. Na verdade, o PSDB vê a movimentação do governador nas bases eleitorais entregando obras e anunciando ordem de serviços como fator positivo rumo à reeleição.

Alívio

Outro importante fator seria a manutenção da base de sustentação política do governador Reinaldo Azambuja que não se dispersou, incluindo o apoio dos deputados estaduais, boa parte da bancada federal, prefeitos e vereadores. A leitura foi feita por um importante expoente do partido e que já opera na tentativa de reverter o quadro, colocando o líder tucano novamente na posição de favorito na corrida palaciana em 2018.

Leitura

Mesmo no olho do furacão, o ex-presidente Lula lidera pesquisa de intenção de voto ao Palácio do Planalto nas eleições do ano que vem. Surpresa maior, porém, fica por conta do empate técnico entre o deputado Jair Bolsonaro (PSC) e Marina Silva (Rede), na segunda colocação. Claro que a dança dos números deve acontecer até a definição das candidaturas, bem como algumas decisões judiciais que podem interferir decisivamente em eventual candidatura petista.

Bom filho

Londres Machado (PR) viu seu nome especulado para assumir a coordenação política do governo tucano, mas adotou o perfil do mineiro: ‘nem sim nem não, muito pelo contrário’. Longe dos holofotes, mas de olho nas pedras do tabuleiro da política sul-mato-grossense, o cardeal, dizem analistas, pavimenta sua volta à Assembleia Legislativa, possivelmente numa dobradinha com a filha Grazielle para a Câmara Federal. Depois de eleger a mulher em Fátima do Sul e Délia em Dourados, seu cacife aumentou.

Via zap

Resultado de uma pesquisa de opinião pública que circula pelas redes sociais aponta a reeleição de nada menos que 19 dos 24 deputados estaduais e o retorno de antigos caciques políticos ao Parlamento Estadual a partir de 2018. Isso quer dizer que a lista de propina supostamente existente e divulgada com toda pompa pelos delatores do Grupo JBS não surtiria nenhum efeito durante o próximo pleito. Para alívio de alguns que ainda andam meio que agoniados por aí.

Em alta

Bonito foi destaque com imagens do Fant 360 no domingo, em reportagem comandada por Mari Palma. Com lugares de encher os olhos, a começar pelo Buraco das Araras, todo o roteiro da repórter teve a orientação de experientes guias turísticos do município. Até os apresentadores Tadeu Shimidt e Poliana Abrita exaltaram o lugar ao chamarem a matéria do estúdio. Quem ainda não conhecia o paraíso sul-mato-grossense deve ter se encantado com as raras belezas do lugar.

Comentários